A importância da prevenção e do combate a hipertensão

Uma prática importante e muito indicada pelos médicos, é reduzir consideravelmente a utilização do sal nas refeições

No mês de abril, é reforçada a prevenção e combate a Hipertensão. No entanto, não somente no mês de abril devemos debater esse assunto e conscientizar a população, já que no Brasil quase 25% da população têm hipertensão.

Como uma profissional da saúde, me vejo na responsabilidade de conversar com você, para que seus hábitos de vida melhorem, e que esses hábitos comecem ser implementados na rotina da sua família desde os primeiros anos de vida.

A hipertensão é uma doença silenciosa, se manifestando somente em grau avançado, causando assim, problemas maiores que se desenvolvem a partir da hipertensão. Entre esses problemas, as pessoas com hipertensão podem desenvolver risco elevado de infarto, além de desenvolver problemas cardiovasculares.

O combate a hipertensão, vai de encontro à prevenção, quando se previne tendo bons hábitos alimentares e com atividades físicas, além de maior longevidade. Contribuímos também para a redução de custos, não só para os cofres públicos como também no orçamento familiar.

Gostaria de dizer aqui que tão importante quanto oferecer o devido tratamento aos pacientes é garantir acesso às informações. Segundo o médico cardiologista da secretaria, André Ribeiro Langowiski, a adoção de um estilo de vida saudável é a base da prevenção, isso vale para quem é e para quem não é hipertenso.

A hipertensão não tem cura, mas, diversas medidas podem ser tomadas para amenizar as consequências na vida das pessoas que a tem, e prevenir seu aparecimento na vida das pessoas que ainda não a desenvolveu. Você conhece os sintomas da hipertensão?

Existem dois tipos de hipertensão: a primária e a secundária. A primária está associada a hereditariedade, já a secundária está ligada a motivos específicos, como: obesidade, gravidez, uso de drogas, álcool e sal em excesso. Alguns sintomas da doença podem aparecer e, são considerados a forma mascarada da doença, entre eles estão: estresse, diabete e o sono inadequado. Sintomas da hipertensão:

• Dores no peito
• Dor de cabeça
• Tontura
• Zumbido no ouvido
• Fraqueza
• Visão embaçada
• Sangramento nasal

O diagnóstico é simples: medindo a pressão. O tratamento é determinado pelo médico de acordo com a situação de cada paciente, mas ressalta que o melhor caminho é a prevenção e uma vida saudável.

Uma prática importante e muito indicada pelos médicos, é reduzir consideravelmente a utilização do sal nas refeições, já que ele é o fator predominante na elevação da pressão sanguínea. Alguns alimentos podem auxiliar na prevenção:

• Amêndoas e nozes: funcionam como vasos dilatadores
• Alimentos ricos em potássio: (feijão, laranja, banana, maracujá), ajudam na eliminação do sódio pelo organismo e, são fundamentais na vida dos hipertensos.

Perder peso e realizar atividades físicas regularmente, são hábitos saudáveis para prevenir e auxiliar no tratamento da hipertensão. É importante ressaltar que o tratamento é oferecido na rede pública através do SUS, e alguns medicamentos são disponibilizados gratuitamente na farmácia pública e na farmácia popular, contem sempre comigo.

FAÇA SEU COMENTÁRIO