Farmácias sem farmacêuticos

 
Está tramitando no Senado Federal, o projeto de lei nº 372, uma ementa da senadora Kátia Abreu que sugere que farmácias de pequeno porte, consideradas como microempreendedor individual ou microempresas deixem ter a obrigatoriedade de um farmacêutico. Como representante da classe digo com toda certeza que isso seria um retrocesso para a população que hoje conta com um atendimento de mais qualidade e segurança nas farmácias, por conta justamente da presença de um profissional qualificado para atendê-la.  
 
 
De acordo com a lei nº 13.021, as farmácias são os estabelecimentos de saúde, onde se tem o primeiro e último acesso aos medicamentos. E a presença de um farmacêutico se dá necessária para evitar riscos sanitários à comunidade. Levando pro lado econômico que é a justificativa do projeto que objetiva buscar menor oneração para os pequenos empresários, a medida atingiria grande parte dos profissionais da área e provocaria demissões em massa, já que no Tocantins, 90% das farmácias registradas são consideradas hoje, pequenas empresas. 
 
 
Interação Medicamentosa
As interações medicamentosas constituem um dos problemas mais comuns relacionados à utilização de medicamentos. Buscar informações sobre esse problema é essencial para a eficiência do tratamento.
 
 
Existem interações medicamentosas do tipo medicamento-medicamento, medicamento-alimento, medicamento-bebida alcoólica e medicamento-exames laboratoriais. 
 
 
Suplementação 
Atualmente o mercado de suplementos fatura mais de 1 bilhão no Brasil, por ano. Mais de 90 % dos produtos são vendidos nos “bodyshops” e cerca de 7% nas farmácias. O mau uso dos suplementos pode trazer sérias conseqüências à saúde, como agravar problemas renais e hepáticos, levar o indivíduo a obesidade e ao sobrepeso, assim como interferir nas ações de medicamento.
 
 
Agenda de cursos
Cursos da Associação Brasileira de Farmacêuticos – ABF
Realização: Associação Brasileira de Farmacêuticos
Local: Rua dos Andradas, 96 - 10 Andar, 20051 - 001 - Centro - Rio de Janeiro
Telefones: +55-21-2263-0791 
+55-21-995-213-438
 

FAÇA SEU COMENTÁRIO