Empresários querem que comércio reabra a partir de segunda-feira, 30, em Palmas

Reunião entre representantes de empresas e indústrias de Palmas com a prefeita Cinthia Ribeiro na manhã desta quinta-feira, 26

A prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro está se reunindo durante toda esta quinta-feira, 26, com diversas entidades representantes do comércio da capital para deliberar sobre os decretos municipais que determinaram o fechamento da maioria dos estabelecimentos da captal. (continua abaixo)

Entre as que já se reuniram com a prefeita está a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) que defende a reabertura do comércio parcialmente, para as empresas que não geram aglomeração de pessoas, como lojas de material de construção, distribuidoras de bebidas, padarias, borracharias, oficinas e agropecuárias.

A entidade, através do seu presidente, Joseph Madeira, é a favor de que algumas medidas sejam adotadas, como o rodízio de funcionários e a manutenção da quarentena para os grupos de risco como maiores de 60 anos e mais jovens com comorbidades, além da disponibilização de álcool em gel.

Motivos

A reunião ocorre dois dias depois do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pedir o retorno à normalidade das atividades comerciais e menos de 24 horas depois da divulgação de pesquisa que mostra que cerca de 60% das empresas da capital pretendem demitir funcionários.

Estão participando das reuniões Abrasel, Sinduscon, CDL Palmas, Faciet, entre outros para discutir o Decreto Federal e avaliar prováveis alterações no Decreto Municipal.

FAÇA SEU COMENTÁRIO