Corpo de médico assassinado a facadas em Santa Rosa será velado no Rio de Janeiro

Ricardo foi morto a facadas enquanto descansava no hospital municipal de Santa Rosa do Tocantins

O corpo do médico que foi assassinado a facadas dentro de um posto de saúde de Santa Rosa do Tocantins será velado no Rio de Janeiro. A família da vítima esteve no Tocantins e providenciou a liberação do corpo de Ricardo Maciel Catuladeira Miranda do Instituto Médico Legal (IML), para onde foi levado após o crime. O suspeito do crime é Hanilton Bosso de Araújo, que está sendo procurado pela polícia. (continua abaixo)

O delegado Joadelson Albuquerque, que é responsável pelas investigações, informou que 10 pessoas já foram interrogadas. Os objetos pessoais da vítima foram entregues para os parentes.

Suspeito Hanilton Bosso de Araújo foi filmado pelas câmeras de segurança fugindo ensanguentado do local do crime

Segundo delegado, a principal linha de investigação é de que o crime tenha sido motivado por ciúmes. "O suposto autor teria ciúmes da sua esposa com relação à vitima, que é o médico. Ela já trabalhou na unidade, mas está afastada do serviço há algum tempo", contou Joadelson Albuquerque.

A polícia acredita que após matar o médico, Hanilton Bosso tenha fugido em uma motocicleta. A Polícia Militar (PM) também tenta localizar o suspeito. Buscas são feitas em várias cidades do Tocantins.

FAÇA SEU COMENTÁRIO