Professor João Luiz Rocha morre em Palmas de Covid-19 aos 42 anos de idade

Professor deixa esposa e filho. A morte do educador comoveu colegas e alunos dele - Foto: arquivo pessoal

O professor de história João Luiz de Souza Rocha morreu nesta terça-feira (16) vítima da Covid-19 em Palmas. Ele estava internado desde o dia 29 de janeiro na capital lutando contra a doença, mas não resistiu. João Luiz tinha apenas 42 anos de idade. Ele deixa a esposa e um filho. (continua abaixo)

Atualmente, o professor trabalhava educando os estudantes da Escola de Tempo Integral Padre Josimo Tavares, que fica na região norte da cidade. A morte do educador comoveu colegas e alunos dele.

A Secretaria de Educação de Palmas emitiu nota lamentando a "partida de uma pessoa tão jovem, cheia de vida, dedicada a ajudar jovens iniciantes na vida adulta". A pasta lembrou que "Mais que ensinar uma disciplina, João Luiz ajudava a formar cidadãos com visão crítica do mundo".

O sindicato que representa os professores também emitiu nota, lembrando o tempo do professor como um dos líderes do Sintet. "A educação perde um professor, mais perde também um agente social comprometido com a verdadeira educação pública, um combatente do obscurantismo e do negacionismo que assolam a sociedade".

Por causa das restrições impostas pela pandemia, não haverá velório. O corpo do professor deve ser enterrado em Palmas.

O Tocantins já registra 1.461 mortes desde o começo da pandemia. Até o momento, foram confirmados 107.832 casos de coronavírus em todo o estado.

(G1 Tocantins)

FAÇA SEU COMENTÁRIO