Prefeitura prorroga decreto até domingo e liberar setores a partir de segunda, 05

Prefeita Cinthia Ribeiro disse que presidente do Senado se comprometeu em levar à presidência da república o pedido de subsídio para o transporte coletivo

A prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) acaba de anunciar que o decreto que fecha parcialmente o comércio de Palmas que encerraria nesta sexta-feira, 02, será prorrogado até o próximo domingo, dia 04 e um novo decreto abrindo alguns setores do comércio para atender em no máximo 30% da capacidade. (continua abaixo)

Alguns dos setores que serão abertos serão os de bares e restaurantes, academias e prestadores de serviço, como cabeleireiros e manicures. "O novo decreto não terá prazo final. Nós vamos avaliar a situação dia a dia e de acordo com o cenário tomar novas providências, tanto para abrir quanto para fechar os estabelecimentos sempre que for preciso", afirmou Cinthia.

Já outros setores como os da educação não serão liberados no decreto de segunda-feira, como escolas públicas e particulares da educação infantil.

Segundo Cinthia em reunião nesta quarta-feira, 31, entre a prefeitura e setores empresariais ficou definido que os horários serão regulados para que a quantidade de passageiros no transporte coletivo seja reduzido e com isso também seja reduzida a curva de contágio.

As empresas e indústrias que retornarem ao trabalho terão que assinar um termo de responsabilidade se comprometendo a cumprir as medidas de isolamento e distanciamento social. Aqueles que quebrarem as regras podem ter o alvará suspenso e até revogado, o que significa o fechamento definitivo do estabelecimento.

Subsídio para transporte coletivo

A prefeita Cinthia Ribeiro lamentou o veto do subsídio federal ao pela Presidência da República, mas afirmou que pediu através do consórcio de prefeitos ao presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM) a edição de uma medida provisória de emergência por parte da Presidência da República. O presidente do senado se comprometeu em levar a demanda até o presidente da República Jair Bolsonaro.

Coronômetro

A prefeitura também lançou o "coronômetro" que vai mostrar a fase em que Palmas está com relação ao Coronavírus e as providências que serão tomadas quando ocorrerem cada uma delas, tanto para liberação quanto para restrição de atividades.

Transmissão

A taxa de transmissão em Palmas está em 0,98, que significa que cada 100 pessoas transmitem o vírus para outras 98, o que para a Organização Mundial de Saúde significa uma situação de controle. Segundo a secretaria da Saúde as medidas que estão em vigor só vão surtir maiores efeitos a partir das próximas quatro semanas. Com relação à taxa de internação a secretaria afirmou que o perfil dos internados mudou e está cada vez mais jovem, ao contrário do que ocorria até então.

FAÇA SEU COMENTÁRIO