Projeto Toy Story do Cmei Pequeninos do Cerrado comemora Dia das Crianças e distribui brinquedos

O evento acontece na associação de moradores da Arse 132, ao lado do Cmei

A Festa das Crianças que a equipe do Cmei Pequeninos do Cerrado, na Arse 132, vai realizar nesta quinta-feira, 11, a partir das 15 horas, terá um atrativo especial. Além da programação diversificada que contará com a presença dos pais e comunidade, as crianças receberão diversos brinquedos como bolas, bonecas, carrinhos, aviõezinhos e até bicicleta. O evento acontece na associação de moradores da Arse 132, ao lado do Cmei.

A festa, em comemoração ao Dia das Crianças, faz parte do Projeto Toy Story, desenvolvido desde o início do ano letivo de 2018 com o objetivo de resgatar brincadeiras tradicionais e estimular atividades que requerem espaços ao ar livre para pleno exercício, além de ensinar os pequenos a fazerem seu próprio brinquedo e brincar com eles.

Os brinquedos foram doados por comerciantes que receberam os pedidos feitos nas cartinhas produzidas pelas crianças. “Os padrinhos da festa direcionaram a doação de acordo com o desenho recebido, o que fez com que cada aluno receba o brinquedo que está esperando. Esta homenagem ao Dia das Crianças é resultado do empenho de toda a comunidade escolar”, explica a professora Michele Neves, uma das organizadoras do evento.

Além da distribuição dos brinquedos, a festa contará com desfile de fantasias e demais atividades e brincadeiras do projeto, com muita música e movimento.

Projeto Toy Story

O Projeto Toy Story trabalha com aproximadamente 140 crianças em quatro turmas. Aproveitando temas de época como o Carnaval, Dia da Mulher e Dia do Índio, por exemplo, as crianças são incentivadas a colocar a mão na massa com tintas, papel, tesoura e cola, entre outros materiais. O resultado é a produção de brinquedos utilizados pelos próprios alunos, em atividades que muitas vezes inserem a música e a expressão corporal associada à expressão plástica.

Entre as brincadeiras tradicionais praticadas estão dobraduras, recortes e colagens, vivências com cores, banho de ducha em movimento, palavra cantada, peteca, corda, bambolê, roda, bola, bola de gude, dança das cadeiras e ainda a contação de histórias dramatizadas e musicalizadas.

A confecção de brinquedos não estruturados com reaproveitamento de materiais como garrafas PET, cartelas de ovos, rolos de papel higiênico e embalagens diversas, passa noções de sustentabilidade aos pequenos, como o tempo de decomposição dos materiais na natureza e a importância de manter os ambientes limpos, colocando o lixo em seu devido lugar. A atividade de molhar as plantas é feita com regadores produzidos a partir de embalagens de amaciante.

FAÇA SEU COMENTÁRIO