Ex-deputado Carlão da Saneatins é preso durante 2° fase da operação Nudae

Carlão foi preso durante a operação investiga esquema de desvios de recursos públicos no Incra

Nesta quarta-feira, 19, durante a manhã, o superintendente do Incra e ex deputado estadual, Carlos Alberto da Costa, foi preso durante uma operação da Policia Federal em Palmas.

A prisão preventiva de  “Carlão da Saneatins’, como é conhecido o superintendente, foi decretada pelo juiz Paulo João Abe da 4° vara da Justiça Federal em Palmas. Costa foi preso na segunda fase da operação Nudae, que investiga esquema de desvios de recursos públicos no Incra. De acordo com a Polícia Federal, além do mandado de prisão preventiva, também cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de Carlão e na sede do INCRA de Palmas buscando por documentos.

Em agosto deste ano,  o superintendente  foi afastado do cargo proibido de entrar na sede em Palmas mas mesmo assim, ele continuou a frequentar projetos e assumir compromissos em nome do órgão

Conforme informações da Policia Federal, a investigação teve início após o inquérito policial instaurado em abril de 2016, quando foi observado um esquema de fraude na seleção de empresas contratadas para prestar assistência técnica e extensão rural (ATER) por meio de uma chamada pública.

Após a investigação da PF, o pedido de afastamento foi pelo Ministério Público Federal. A suspeita é de uma esquema envolvendo o superintendente regional, fiscais e representantes de empresas contratadas. Segundo o MPE, a finalidade era realizar pagamentos por serviços de assistência técnica que não haviam sido efetivamente executado.

FAÇA SEU COMENTÁRIO