Amastha faz proposta para pagar R$ 250 mil de dívidas do Estado e evitar despejo de delegacias

Amastha - Não sou papai noel, nem estou fazendo caridade e vamos cobrar essa dívida do Governo do Estado

O ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) apresentou uma proposta para pagar a dívida de R$ 250 mil em alugueis do complexo de delegacias de polícia civil e evitar o despejo determinado pela Justiça por falta de pagamento por parte do Governo.

No vídeo Amastha afirma que “Determinei ao Doutor Manzano apresentar uma proposta aos proprietários do prédio onde se encontram as delegacias de polícia para assumirmos o pagamento e evitarmos o despejo. Não estou fazendo caridade, não sou papai noel. Vamos sub-rogar essa dívida e cobrar do estado. Mas as delegacias não serão despejadas se eles aceitarem essa proposta de pagamento”.

A proposta foi apresentada aos proprietários na noite desta quarta-feira, 21, e prevê o parcelamento da dívida em oito vezes. O advogado Leandro Manzano, responsável por apresentar a proposta esclareceu que se trata de um contrato de “sub-rogação” uma espécie de compra da dívida. “O prefeito Carlos Amastha fez isso para garantir que as operações da Polícia Civil não sejam prejudicadas pela incompetência do Estado em realizar os pagamentos dos aluguéis. Mas vamos nos cercar de todas as garantias para que ele seja ressarcido por esse montante que está sendo pago”, afirmou o advogado.

Manzano afirmou que os proprietários receberam bem a proposta, mas não deram prazo para responder. Os proprietários afirmaram que ainda estão analisando e não decidiram se vão aceitar ou não.

Nós também entramos em contato com o Governo do Estado para saber qual a sua posição a respeito dessa negociação e estamos aguardando o posicionamento.

FAÇA SEU COMENTÁRIO