Projeto de Ricardo Ayres que inclui dados sanguíneos na identidade é aprovado

Deputado Estadual, Ricardo Ayres (PSB).
Na tarde de quarta-feira, 13, foi aprovado, durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei de autoria do Deputado Estadual Ricardo Ayres (PSB), que trata sobre a inclusão dos dados sanguíneos na Carteira de Identidade (Registro Geral) emitida pelo órgão de identificação do Estado. Segundo o autor a inclusão da informação agiliza o atendimento em caso de emergência e pode salvar vidas. 
 
Segundo o texto da Lei, fica o órgão estadual de identificação responsável pela emissão do RG obrigado a incluir, além dos elementos já consignados, o tipo sanguíneo e fator RH. Isso só ocorrerá em novos documentos, assim como em reimpressões de segunda via, desde que o interessado solicite e dependerá da apresentação do documento que comprove a tipagem sanguínea e fator RH.
 
Para Ayres, autor da matéria, a medida será um diferencial na prestação de socorro e em caso de transfusões de emergência, ainda mais no Estado que tem o maior número, proporcional, de mortes no trânsito no país. No Tocantins, são aproximadamente 38 mortes a cada 100 mil habitantes. “Com a inclusão da tipagem sanguínea, o documento de identidade passará a ficar mais completo e permitirá ao cidadão a rápida e fácil localização desse dado, que é tão importante para a vida, principalmente nas crescentes emergências que envolvem esses acidentes onde existe a necessidade do conhecimento preciso e imediato,” afirmou o parlamentar. 
 
A Lei aprovada segue agora para sanção do Governador, que após publicada entrará em vigor no prazo de 180 (cento e oitenta) dias.

FAÇA SEU COMENTÁRIO