Advogado tocantinense foi morto a mando da ex-esposa, afirma pistoleiro

Advogada foi presa acusada de ter encomendado a morte do ex-companheiro, o também advogado Ronaldo da Silva Simas a dois pistoleiros em Santana do Araguaia

Eva Bessie, ex-esposa do advogado tocantinense Ronaldo da Silva Simas foi teve que prestar depoimento na tarde desta quinta-feira, 28, em Santana do Araguaia, após ser acusada por um dos pistoleiros que cometeu o crime de ser a mandate do assassinato.

Segundo informações do site Agência Tocantins um dos suspeitos do crime, conhecido como Dione Pit-Bull teria confessado sua participação na empreitada e apontado Eva, também advogada como a mandante do homicídio.

Segundo o comerciante Cleomar Valadares, amigo de Simas que estava com ele no momento do crime, o assassinato os dois foram baleados por dois homens, mas ele conseguiu fugir e dar entrada no hospital. Simas não conseguiu escapar e teve o corpo descartado pelos meliantes no Rio Araguaia.

A Polícia afirma que o outro suspeito de ter cometido o crime ainda não teria sido identificado, mas está sendo procurado ostensivamente após ter fugido em uma moto em direção à zona urbana da cidade. Ele é considerado de altíssima periculosidade.

Nossa reportagem está tentando entrar em contato com a defesa da advogada Eva Bessie para saber a posição dela em relação à prisão. Já a defesa do homem conhecido como Dione Pit-Bull não foi localizada.

FAÇA SEU COMENTÁRIO