Comissão da OAB/TO entrega relatório ao MPE sobre supostas vítimas de assédio no Corpo de Bombeiros

Procurador Geral de Justiça do Tocantins, José Omar de Almeida Júnior, recebeu relatório de acompanhamento de denúncias de assédio moral e sexual por integrantes do Corpo de Bombeiros.
A Comissão Especial de Acolhimento e Acompanhamento de Denúncias de Assédio Sexual e Moral da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Tocantins entregou nesta quarta-feira, 10, ao Procurador Geral de Justiça do Tocantins, José Omar de Almeida Júnior, relatório de acompanhamento de denúncias de assédio moral e sexual por integrantes do Corpo de Bombeiros.
 
O trabalho desta comissão especial será concluído após a entrega do relatório de acompanhamento do caso, no qual foram colhidas provas materiais e depoimentos de integrantes do Corpo de Bombeiros em diversas cidades do Estado que alegam ter sofrido assédio moral e sexual por parte de superiores na instituição.
 
“A OAB é indispensável à administração da Justiça e na defesa do cidadão, esse é um trabalho em que a OAB dá resposta à sociedade de que nós estamos lá na defesa desse cidadão da sociedade de modo geral”, disse Delícia Feitosa, presidente da Comissão.
 
O Ministério Público Estadual também acompanha o caso e tem a missão de seguir as investigações, agora com o auxílio dos elementos sintetizados em relatório fruto do trabalho realizado pela OAB/TO.
 
“Isso fortalece os vínculos entre o Ministério Público e a OAB que são instituições parceiras e irmãs, que têm trabalhado com afinco e dedicação buscando a verdade real. Esse material que nos foi entregue hoje vai facilitar e ajudar que o Ministério Público possa cumprir o seu papel institucional e dar uma resposta a sociedade”, garantiu Almeida Júnior.
 
Também participaram da reunião os membros da Comissão Especial de Acolhimento e Acompanhamento de Denúncias de Assédio Sexual e Moral da OAB/TO Jandra Pereira de Paula, Advânia Tavares dos Santos, Cristian Sendie Sudbrack e Willian Farias Pimentel.

FAÇA SEU COMENTÁRIO