Correios garantem que agências não serão fechadas mesmo se houver greve

Assembleias estão previstas para ocorrer em todo o estado nesta quinta e sexta-feira, dias 13 e 14 de junho

A assessoria de imprensa dos Correios entrou em contato com nossa reportagem nesta terça-feira, 12, para informar que caso as assembleias com os funcionários da empresa, previstas para ocorrerem nesta quinta e sexta-feira em todo o Estado deliberem pela greve, o que segundo a assessoria é "pouco provável", a ECT vai colocar em prática o Plano de Continuidade de Negócios, evitando que os serviços sejam afetados.

A informação sobre a possibilidade de greve foi revelada com exclusividade pela Folha Capital na última sexta-feira, dia 07, quando o sindicato da categoria convocou plenárias para deliberar sobre a greve para os dias 13 e 14 (quinta e sexta-feira), contra a privatização dos Correios, entre outras bandeiras.

Errata

No jornal impresso o título da matéria dá a entender que a greve vai ocorrer, o que não está correto, uma vez que o próprio texto deixa claro que a adesão ou não dos funcionários será debatida nesta quinta e sexta-feira. 

 

FAÇA SEU COMENTÁRIO