PF faz operação para desvendar crimes eleitorais envolvendo R$ 1,2mi apreendido

Mala de dinheiro foi encontrada em um táxi na TO-050, entre Palmas e Porto Nacional cinco dias antes das eleições gerais de 2018

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, dia 22, a Operação Milhão II, para descobrir a origem e a finalidade de R$ 1,2 milhão apreendido em um táxi na TO-050, entre Palmas e Porto Nacional no dia 02 de outubro de 2018, cinco dias antes da eleição. A suspeita é que se trate de crimes eleitorais, como compra de votos e caixa dois.

Cerca de 40 policiais cumprem mandados de busca e apreensão em Porto Nacional e Silvanópolis, na 3ª Zona Eleitoral do Tocantins e ainda na cidade satélite de Candangolândia e em Brasília, ambas no Distrito Federal.

Outro crime que está sendo investigado é o de associação criminosa. E caso venha a ser comprovada a autoria dos crimes os suspeitos podem enfrentar até 12 anos de prisão e multas.

FAÇA SEU COMENTÁRIO