Representantes de entidades reagem com otimismo a medida do Governo de retornar salários para o dia 1º

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Joseph Madeira, disse que o comércio celebra a notícia com muito entusiasmo

Representantes de entidades ligadas a setores industriais, do comércio e serviços no Tocantins reagiram com otimismo à medida anunciada pelo governador do Estado, Mauro Carlesse, na quinta-feira, 6, de retornar para o 1º dia útil da cada mês (já a partir do mês de outubro) o salário de todos os servidores do Executivo estadual.

De acordo com o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Tocantins (Faciet), Fabiano do Vale, a medida do Governo vai colaborar para que o dinheiro gire no mercado tocantinense por mais tempo.

“A medida é boa não apenas para os servidores, mas também para todas as empresas do comércio, de serviço e para a indústria. Uma das grandes dificuldades que os empresários têm é pagar a sua própria folha no dia 5, além dos impostos que são cobrados no começo do mês. Automaticamente, com o servidor público recebendo no dia 1º, vai haver mais dinheiro correndo no comércio, com essas pessoas [servidores] consumindo, comprando e também pagando suas contas. Essa atitude do Governo é brilhante”, afirma Fabiano do Vale.

Para o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Tocantins, Moisés Pinto Gomes, a decisão do Governo é uma excelente notícia para o fomento da economia. “O Tocantins é um estado que vem crescendo muito e tem um potencial enorme. A massa salarial do Governo do Estado representa uma parcela importante da renda que é distribuída para sua população. Quando você traz esse pagamento para a regularidade, para a coisa previsível e normal, a economia toda se beneficia com isso. Com essa estabilidade, os empresários, principalmente os micros e pequenos que são a maioria, se sentem seguros e investem mais”, destaca.

Já o presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Joseph Madeira, disse que o comércio celebra a notícia com muito entusiasmo. “Era uma expectativa que se realiza. Agora, teremos em só um momento uma grande injeção de dinheiro, ao invés de ser fatiado ou muitas vezes com uma certa insegurança. Tem um efeito psicologicamente muito positivo também. Além disso, esse anúncio traz a certeza de que a economia do Estado está voltando ao normal depois das medidas tomadas há alguns meses pelo Governo. Aqui temos os frutos dessas medidas acertadamente tomadas lá atrás”, conclui.

Salário na conta

Nesta sexta-feira, 6, o Governo do Tocantins quitou a segunda parcela da folha de pagamentos dos servidores públicos estaduais referente ao mês de agosto. Nesta etapa, foram investidos R$ 127.533 .987,71 que entrará nas contas no decorrer do dia.

Os demais servidores, que recebem líquidos até R$ 3.100,00, já foram pagos no último dia 30, com a disponibilização de R$ 60 milhões.

Entenda

Desde 2015, os servidores públicos do Governo do Tocantins passaram a receber os seus salários, que eram pagos no dia 1º, apenas no dia 12 de cada mês.

Quando assumiu o Governo do Estado de forma interina em 2018, o Governador Mauro Carlesse se comprometeu com a classe de servidores a regularizar o pagamento de todos os servidores para o dia 1º de cada mês.

Ainda no mês de maio de 2018, o Governador Mauro Carlesse determinou que cerca de 60% dos servidores do Estado voltassem a receber no 1º. Nesse grupo estavam incluídos os trabalhadores que recebiam entre 2.800 e R$ 3.380 (Educação). Os demais continuavam a receber entre o dia 8 e 12 de cada mês. Posteriormente, o valor aumentou e padronizou em R$ 3.100 para todos os servidores.

Com a decisão anunciada nesta quarta-feira, 5, todos os servidores do Governo passam a receber o seu salário no dia 1º de cada mês. “Isso é resultado das medidas de ajustes que tomamos. Foram decisões difíceis, mas necessárias para recuperar a saúde financeira do Estado. Cortamos despesas de todas as naturezas como aluguel de prédios, locação de carros, passagens, diárias, enfim! Tivemos que reduzir a folha de pagamento para buscar o enquadramento do Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal. E os resultados estão aparecendo com as obras, com os hospitais funcionando melhor, e para os nossos servidores eu quero dizer que a partir deste próximo mês de outubro, todos irão receber os salários no 1º dia útil de cada mês”, afirmou o Governador.

FAÇA SEU COMENTÁRIO