Senac participa com dois projetos da Fecit 2019

A feira, que tem como objetivo mobilizar a população em torno de atividades de empreendedorismo, inovação, ciência e tecnologia

O Senac Tocantins participa da 6ª edição da Feira de Empreendedorismo, Ciência, Inovação e Tecnologia - Fecit 2019 com dois projetos dos alunos de Palmas: o VejaLuz e o BitSun. O primeiro é um perfil no Instragram, que tem como objetivo divulgar locais que captam pessoas interessadas em praticar o voluntariado para auxiliar no tratamento da depressão; o segundo é um projeto de Forno Solar Autônomo.

A feira, que tem como objetivo mobilizar a população em torno de atividades de empreendedorismo, inovação, ciência e tecnologia com a finalidade de identificar talentos, valorizar a criatividade na elaboração e execução dos projetos, acontece nos dias 19, 20 e 21 de setembro no CEULP/ULBRA, na Capital.

@VejaLuz

As alunas da Aprendizagem em Serviços Administrativos do Senac Palmas, Sara Fernanda Mendes, 17 anos, Jordana Góes, 18 anos e Amanda Oliveira Barbosa de Souza, 17 anos vão apresentar o projeto VejaLuz.

De acordo com Amanda, a ideia de criar o perfil surgiu como uma forma de conversar com um público na faixa etária dos 14 a 19 anos e popularizar o trabalho voluntário entre eles. “Sabemos da importância social do nosso trabalho e queremos passar uma mensagem positiva e popularizar que o trabalho voluntário pode auxiliar no tratamento da depressão. Realizamos parceria com o Centro de Valorização da Vida, Força Jovem e Hospital de Amor que captam pessoas interessadas em ser voluntárias. Através do perfil podemos recomendar onde ir”, explica.

O desenvolvimento deste projeto foi orientado pelas instrutoras da Aprendizagem do Senac Palmas, Adriana de Almeida e Lauanda Ferreira. Além disso, contou com a orientação técnica de psicóloga Elizabeth Felix.

“Este projeto exigiu muita pesquisa e o envolvimento de diversas áreas. E é muito gratificante ver as alunas envolvidas em todo processo e queremos dar continuidade ao projeto após a Fecit”, destacou a instrutora Lauanda Ferreira.

BitSun

Já o outro projeto do Senac é o BitSun - Forno Solar Autônomo. Em tempos de busca cada vez maior por energia limpa e renovável, os alunos do curso de Aprendizagem apresentam o projeto BitSun, que é um forno solar, uma nova forma de usar energia solar para cozinhar.

O BitSun foi desenvolvido pelos alunos do curso de Aprendizagem Profissional e Comercial em Serviços de Vendas, do Senac Palmas, Enrique Junior Alves de Oliveira, Maycon Delmondes Gomes e Reneildson Silva Ferreira. É Gomes quem fala sobre o projeto. “Estamos bem confiantes com relação ao projeto, pois vai ajudar a diminuir os dados da pesquisa”, explica, ao citar ainda um ponto curioso do projeto. “Somos o único forno totalmente autônomo, e essa foi uma das nossas motivações”, diz.

Sobre o apoio do Senac, Gomes é enfático. “É muito gratificante desenvolver algo assim, eu apoio todos os alunos para que pensem em projetos. Temos um grande apoio da instituição”, diz, ao lembrar das dificuldades. “Não é fácil, passamos por dificuldades. Uma delas, por exemplo, é que antes do Senac nunca tivemos contato com muitas coisas do projeto, tivemos que estudar bastante e fazer vários testes para chegar no resultado alcançado”, afirma.

O instrutor e orientador do projeto é Vagner Cassol, tendo como coorientador Milton Bortolozzo. Cassol explica como surgiu a ideia do forno solar. “Nossa região tem uma enorme incidência de sol e a ideia surgiu pensando em utilizar de alguma maneira essa fonte de energia renovável, como também beneficiar as pessoas de alguma maneira”, explica, citando ainda uma pesquisa realizada pelo grupo. “Fizemos uma pesquisa e identificamos que nos estados do Tocantins, Maranhão, Pará e Piauí 45% das famílias ainda utilizam combustível fosseis pra cozinhar. É um número bem expressivo”, diz.

Histórico

Confira outras participações do Senac na Fecit e seus conquistas:

2015: Condôminos10 (Projeto de Administração de condomínios desenvolvido pela turma Técnico em Informática) premiado em primeiro lugar na categoria Cursos Técnicos;

2016: Promo5+ (Projeto de aplicativo de smartphones para ofertar produtos em promoção nos supermercados e lojas participantes do projeto) premiado em primeiro lugar na categoria Aprendizagem.

2017: Promo5+ ficou em quinto lugar geral no Brasil através da FEBRACE 2017 pelo voto popular. 

2018: Papaga.io foi o projeto que ficou em primeiro lugar na FECIT e foi credenciado para FEBRACE 2019 ficando em quarto lugar no voto popular de todo o Brasil e em primeiro lugar como projeto destaque por federação. Foi credenciado para a 1ª Mostra de Feiras de Ciências que aconteceu em Campo Grande este ano dentro da 71ª Reunião da SBPC. O projeto Papaga.io também está credenciado para a ExpoEngenharia na Costa Rica que acontecerá em novembro.

FAÇA SEU COMENTÁRIO