Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que índices inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana

Devido às altas temperaturas registradas no Tocantins, já em alerta ‘laranja’, considerada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) como estado de atenção e de risco moderado à saúde da população, a Secretaria de Saúde de Palmas faz alguns alertas importantes à população.

Os técnicos de saúde que atuam na Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental explicam que o tempo seco aumenta ainda mais os riscos de queimadas. Com isso, recomendam aos moradores que residem nas zonas urbana e rural que não façam queima de folhas e lixo doméstico. O alerta também vai para os motoristas que trafegarem por regiões sujeitas a queimadas, os condutores deverão ter atenção redobrada devido à visibilidade reduzida pela fumaça.

 “Sem chuvas desde o dia 27 de maio, os termômetros da Capital irão continuar registrando temperaturas entre 24 ºC a 40 ºC durante os próximos dias da semana, exigindo proteção extra aos palmenses”, orienta a bióloga Lusy Disney Gomes de Andrade Almeida.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que índices inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana e adotou uma escala psicométrica que aponta níveis de criticidade, classificados em atenção, alerta e emergência. De acordo com estudos do Inmeta umidade do ar, que é a quantidade de água na atmosfera em forma de vapor, irá variar de 20% pela manhã e declina no decorrer do dia, atingindo a média de até 60%.

Acompanhe abaixo algumas recomendações 

- Beba bastante líquido;

- Atividades físicas não são recomendadas;

- Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia;

- Use hidratante para pele e umidifique o ambiente.

Problemas Decorrentes da Baixa Umidade do Ar

- Complicações alérgicas e respiratórias devido ao ressecamento de mucosas;

- Sangramento pelo nariz;

- Ressecamento da pele;

- Irritação dos olhos;

- Eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos.

Deve evitar 

- Evite exercícios físicos ao ar livre entre 10 e 16 horas;

- Umidifique o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, umidificação de jardins etc;

- Sempre que possível permaneça em locais protegidos do sol ou em áreas arborizadas;

- Evite aglomerações em ambientes fechados;

- Use colírio e ou soro fisiológico nos olhos e narinas e beba muita água.

FAÇA SEU COMENTÁRIO