BRK Ambiental deve retirar 526 toneladas de lixo das redes de esgoto

A empresa realiza diariamente a lavagem e desobstrução das redes e das estações elevatórias

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de saneamento em 47 municípios do estado do Tocantins, alerta para a importância da correta utilização do sistema de esgoto, para evitar casos de vazamentos que possam ocorrer durante a temporada de chuvas.

Em Palmas, a empresa possui uma rotina de limpeza preventiva das redes de esgoto, onde realiza diariamente a lavagem e desobstrução das redes e das estações elevatórias. No ano passado, a concessionária realizou limpezas preventivas em mais de 128 mil metros de redes em diversos pontos da capital.

Essas limpezas resultaram na retirada de mais de 354 toneladas de lixo das redes coletoras de esgoto. A concessionária estima que até o final de 2019, aproximadamente 526 toneladas de lixo devem ser retirados. Fraldas, sacolas plásticas, fio dental, papel higiênico, óleo de cozinha, cabelo e absorventes, são exemplos de lixo que são jogados de forma incorreta na rede, o que também contribui para o entupimento e vazamento de esgoto.

No período chuvoso, o risco de vazamento é maior por conta das ligações irregulares da água de chuva na rede de esgoto, além do lançamento indevido de lixo na rede. Essa água da chuva precisa ser direcionada para as galerias pluviais, para o sistema de drenagem urbana. O engenheiro da concessionária em Palmas, Roberto Borges, explica que a conscientização da população é importante. “Jogar lixo em pias e ralos geram transtornos e problemas para o sistema de coleta de esgoto, o entupimento dessas redes colocam em risco o meio ambiente e a saúde da população”, conta Roberto.

Em 2018, mais de 500 toneladas de lixo nas redes de esgoto foram retiradas pela concessionária durante as ações de limpeza preventiva. A BRK Ambiental alerta para que as pessoas entrem em contato caso notem vazamentos de esgoto. O contato pode ser feito gratuitamente pelo telefone 0800 6440 195, as equipes trabalham 24 horas por dia na resolução desses problemas.

FAÇA SEU COMENTÁRIO