Câmeras doadas pelo MPTO reforçarão segurança de unidades prisionais femininas do Tocantins

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) repassou 31 câmeras de segurança à Secretaria de Cidadania e Justiça do Tocantins (Seciju) nesta terça-feira, 26. A doação foi formalizada pelo diretor-geral da Procuradoria-Geral de Justiça, Uiliton Borges, ao Secretário-Executivo da pasta, Geraldo Cabral.

Segundo Geraldo Cabral, os equipamentos serão instalados nas unidades prisionais femininas do Tocantins e chegam em uma boa hora. “Essas câmeras são de extrema importância em virtude de oferecerem maior segurança, pois a maioria das unidades prisionais ainda não é dotada destes equipamentos. Agradecemos a disponibilidade do Ministério Público”, declarou.

A doação das câmeras de segurança aconteceu em virtude da substituição dos equipamentos utilizados no MPTO por outros mais modernos. “Tínhamos uma programação de renovação das câmeras, pois estas foram ficando desatualizadas para o sistema de Circuito Fechado de TV da Procuradoria-Geral de Justiça e surgiu a oportunidade de fazer a desafetação patrimonial e poder encaminhá-las para outro órgão que tenha esta necessidade”, explicou o diretor-geral da instituição, Uiliton Borges.

Mais segurança

Há um ano foram instaladas novas câmeras de segurança na Procuradoria-Geral de Justiça. Os equipamentos atenderam a uma solicitação do Núcleo de Segurança Institucional (NIS), visando reforçar a proteção do patrimônio, bem como de membros, servidores e visitantes.

As atuais câmeras são mais modernas e dotadas de tecnologia HD, o que significa mais qualidade na resolução e maior velocidade nas imagens. Áreas do prédio e proximidades, que ainda não eram dotadas de vigilância eletrônica, foram beneficiadas.

FAÇA SEU COMENTÁRIO