PALMAS

AGRONEGÓCIO

Tocantins é destaque nacional como o Estado que mais deve crescer em 2022

Publicado em

AGRONEGÓCIO

Em matéria publicada na Folha de São Paulo, o Tocantins aparece em destaque como um dos estados que atrelado ao agronegócio, e com os avanços dos preços das commodities, deve registrar crescimento maior do Produto Interno Bruto (PIB) ao longo da pandemia, segundo indicam projeções de uma consultoria realizada pela MB Associados.

De acordo com a publicação, os dados da consultoria apontam que o Tocantins tende a apresentar as altas mais intensas do PIB no acumulado de 2020 a 2022 de 4,7%, ficando atrás apenas do Mato Grosso do Sul (4,9%), e a frente do estado de Goiás (4,5%), na comparação com 2019, o ano anterior à crise sanitária.

“Isso só demonstra o quanto o nosso Estado tem potencial de desenvolvimento. Uma publicação como essa, justamente no momento em estamos organizando a Agrotins, que já é considerada a maior feira de agrotecnologia da região Norte, só reforça a nossa vontade de seguirmos trabalhando firmes para levarmos o nome do Estado para mais destaque como este, e não apenas no agro, mas também em outras áreas como o turismo, onde já temos uma projeção positiva”, afirma o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa.

Leia Também:  Tocantins registra R$ 18,8 bi de produção agropecuária em 2021

Segundo a pesquisa, em seguida, aparecem Pará e Espírito Santo, com estimativas de crescimento de 4% e 3,9%, respectivamente, no acumulado de 2020 a 2022. De acordo com a publicação da Folha, os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre o PIB dos estados são referentes a 2019. A consultoria realizada pela MB busca estimar o desempenho com a pandemia em curso nos anos seguintes. No caso do PIB nacional, os resultados já conhecidos vão até 2021. Conforme o IBGE, o indicador despencou 3,9% no país em 2020. Após a queda no ano inicial da pandemia, houve alta de 4,6% em 2021.

A publicação aponta que no recorte específico do ano de 2022, 14 unidades da Federação devem ter PIB com desempenho superior ao do Brasil, indica a MB.A maior alta prevista é para o Tocantins, de 1,7%, após projeções de recuo de 1,6% em 2020 e de avanço de 4,6% em 2021. Na sequência, aparecem Mato Grosso do Sul e Goiás. Em ambos os casos, o crescimento esperado em 2022 é de 1,4%.

Leia Também:  Carlesse diz que ainda não teve acesso ao processo, mas vai voltar ao Governo

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/04/pib-de-estados-atrelados-ao-agro-deve-crescer-mais-na-pandemia-veja-lista.shtml

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

Feira ultrapassa expectativa e movimenta em quatro dias R$ 2,5 Bi em negócios

Publicados

em

A 22ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), que chega em sua reta final neste sábado, 14, encerra com um saldo positivo. Até a sexta-feira, 13, a feira movimentou cerca de R$ 2,5 bilhões em negociações. A estimativa é de que aproximadamente 150 mil visitantes tenham passado pelo Parque Agrotecnológico do Tocantins.

A feira é uma realização do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapt) e da Tocantins Parcerias, em conjunto com empresas, instituições e órgãos públicos, de pesquisas e educacionais, entre outras.

“Estamos fechando o último dia de feira com chave de ouro. Tivemos recorde de público, recorde de negociações com uma estimativa de mais de R$ 2,5 bilhões e movimentação realizada pelas empresas participantes do evento. Negociações essas que irão levar equipamentos mais eficientes para a lavoura. Os produtores irão levar mais conhecimento e assim poderão investir em suas produções alavancando ainda mais o agro no nosso Estado”, explica o gestor da Seagro, Jaime Café.

Leia Também:  PGJ comunica órgãos sobre defesa da vacina para crianças

Sobre a movimentação dos expositores, o diretor de Agrotecnologia da Seagro, Fernando Garcia, ressalta que cerca de 800 expositores de diversos segmentos estiveram na feira comercializando seus produtos. “De todas as edições da feira essa foi a que mais nos surpreendeu, pois tivemos uma resposta muito positiva dos visitantes que vieram para feira e juntos fizeram jus ao tema deste ano, proporcionando um momento de integração. Para nós do Governo do Tocantins, é uma felicidade imensa poder chegar ao último dia de feira com a sensação de dever cumprido e já cheios de expectativas, pensando na próxima edição, em 2023”, ressalta o diretor.

Para o secretário executivo da Seagro, Adenieux Rosa, contagiados pelo tema, nós do Governo do Tocantins, trabalhamos empenhados em entregar à nossa população um evento que pudesse ser compatível com a saudade que a gente estava de pisar por este solo do parque. Aos poucos, vencendo os obstáculos e desafios fomos construindo cada pedaço dessa feira e agradecemos a todos os que contribuíram para a realização dela, visitantes, expositores, servidores, parceiros, equipe de suporte, segurança e tantos outros que com todo empenho nos ajudaram a realizar a Agrotins 2022”, finaliza.

Leia Também:  PM divulga resultado final da Avaliação de Saúde e convoca candidatos

Público

A senhora Glades Bene de Lagoa da Confusão disse que ficou surpreendida com a exposição da Agrotins deste ano. “Somos de família produtora rural e todos os anos visitamos a feira, porque sabemos que aqui encontramos diversas tecnologias voltadas para o produtor. É sempre bom conhecer as inovações disponíveis para o homem do campo”, disse.

Já o agricultor André Luiz do distrito de Taquaruçu, Palmas, explica que a feira traz um universo de informações, contribuindo para o desenvolvimento do produtor rural. “Sempre que posso venho aqui, desta vez, por exemplo, estou interessado em olhar os preços de máquinas roçadeiras e outros implementos agrícolas para aproveitar os preços em promoções”, frisou.

Agrotins

A 22ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2022), com o tema Integrar: Intensificar e Preservar  tem como objetivo apresentar novidades para o desenvolvimento da produção, apoiar e incentivar a continuar produzindo uma agricultura sustentável.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA