PALMAS

AGRONEGÓCIO

Tocantins inaugura rede de armazéns de grãos

Representantes da Cooperativa Frísia visitam Seagro realizar convite para a inauguração da primeira rede de armazéns da empresa no Tocantins.

Publicado em

O secretário do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária, Clemente Barros, recebeu nesta terça-feira, 21, representantes da Cooperativa Frísia, do Paraná. O objetivo da visita foi para convidar o Governo do Estado e Seagro para a inauguração da primeira rede de armazéns da empresa no Tocantins. O evento acontece na sexta-feira, 24, na TO-080, Km 45, no município de Paraíso do Tocantins. A rede de armazéns a ser inaugurada terá capacidade de armazenar 28 mil toneladas de grãos, principalmente soja e milho.

 

De acordo com o superintendente da Cooperativa Frísia, Emerson Moura, inicialmente a empresa vai fornecer insumos e receber grãos de associados e outros produtores, mas pretende se expandir trazendo suas atividades para o Tocantins. “A intenção é de no futuro ter toda a estrutura aqui, com pesquisa para o desenvolvimento da agricultura e mais adiante investir na pecuária”, adiantou Emerson Moura. 

 

O secretário Clemente Barros destacou que esse é mais um avanço no setor de armazenamento, já que o estado tem deficiência nessa área. “A empresa está se instalando no Tocantins com uma visão cooperativista e de apoio aos nossos produtores rurais”, afirmou.

Leia Também:  Ruraltins capacita produtores com tanques de resfriamento de leite

 

O secretário disse que a presença da Cooperativa, hoje, no Estado é resultado de um trabalho que começou em março de 2015, na época do então secretario do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eudório Pedrosa, que conduziu as primeiras ações para a instalação dos armazéns. “Há cerca de um ano uma equipe da empresa foi recebida pelas secretarias do Desenvolvimento Econômico e Seagro. Os técnicos da empresa visitaram todo o Tocantins e, com base nas atividades que iriam desenvolver, optaram por se instalar no eixo Palmas-Paraíso devido à logística, pela proximidade com a BR-153 e o pátio multimodal da ferrovia Norte-Sul”.   

 

Segundo Clemente Barros, apesar das dificuldades desta safra 2015/2016, a cooperativa consegui recepcionar cerca de 50% da capacidade existente, sendo 14 mil toneladas de soja e aproximadamente 4 mil toneladas de milho e que a expectativa para o restante do ano é de armazenar mais milho, já que a colheita do grão está ainda em andamento.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

AGRONEGÓCIO

Agropecuaristas e parceiros destacam importância da Rota da Pecuária para os produtores rurais tocantinenses

Published

on

Na quinta parada da Rota da Pecuária, na tarde dessa quinta-feira, 30, na Fazenda Boa Fortuna, localizada no município de Pium, agropecuaristas e parceiros destacaram a importância da Rota da Pecuária para o desenvolvimento da pecuária tocantinense. A fazenda abate anualmente 20 mil cabeças de gado, que são criados no sistema ciclo completo (cria, recria e engorda), e exporta 100% da carne para a China, empregando 90 funcionários.

Para o coordenador de agronegócio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), José Daniel Tavares, a Rota da Pecuária é uma iniciativa louvável do Governo do Tocantins para o incentivo à pecuária tocantinense. “Isso possibilita ao produtor agregar e aumentar a produtividade no agronegócio. O Sebrae é parceiro da Secretaria da Agricultura no programa Mais Genética, levando novas tecnologias para o produtor, visando à alta produção no campo”, destacou.

Para o diretor da Fazenda Boa Fortuna, Ronaldo Rabelo, que trabalha na fazenda deste o início da implantação das tecnologias, a chegada do pivô e o confinamento possibilitaram triplicar a capacidade de produção da fazenda. “E a Rota da Pecuária vem fortalecer ainda mais, mostrando e apresentando novas tecnologias para o incremento da agropecuária”, ressaltou.

Leia Também:  Agrotins mostra protótipo de galinheiro móvel para agricultores familiares

De acordo com a coordenadora comercial da empresa Frísia, Erica Lima, essa é uma ação que mostra, na prática, a realidade que temos de tecnologia e inovação. “É muito importante o produtor estar inserido nesta iniciativa. E a Frísia não poderia estar de fora, estamos consolidados e, em breve, investiremos na pecuária de corte”, afirmou.

A agropecuarista da região do Bico do Papagaio, Maria Vilela, uma das pecuaristas que acompanham as atividades de campo, explicou: “Vim participar deste projeto pecuarista muito importante. Aqui, estamos vendo tecnologia simples e avançadas, ou seja, descobrindo uma nova pecuária aqui no Tocantins”, detalhou.

Já a proprietária das fazendas Trevo, Inara Mota Machado, que utiliza o sistema de produção Integração Lavoura Pecuária (ILP), “essa ação da Secretaria da Agricultura, de incentivar aos produtores, motiva ainda mais a buscar a inovação tecnológica e a estruturação da fazenda para aumentar a produtividade no campo”. 

Fonte: Agro – GOV TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA