PALMAS

CIDADES

Setas realiza diagnóstico da situação dos lixões e aterro sanitário em Araguaína

O Projeto quer fomentar empreendimentos solidários constituídos por catadores de materiais reutilizáveis que atuam em todo o Tocantins.

Publicado em

Restos de plásticos, papéis, vidros, detritos orgânicos e uma infinidade de outros materiais que não são utilizados pelas pessoas em suas residências geralmente têm como destino lixões e aterros sanitários. Pensando em promover o desenvolvimento sustentável, social, econômico e financeiro de famílias de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas) está desenvolvendo ações de políticas públicas desde maio deste ano, por meio do Projeto Lixo & Cidadania onde várias cidades tocantinenses já foram visitadas.

 

Até está sexta-feira, 15, a equipe do Projeto fará uma radiografia regionalizada; na região Sul contempla as cidades de Araguaína e Guaraí; na região Centro; Xambioá e na Norte; Wanderlândia. Na tarde desta segunda-feira, 11, a equipe da Secretaria esteve com a primeira-dama de Araguaína, Nil Dimas, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do setor Céu Azul. “Sem dúvida é um projeto inovador, e nós do poder público damos total apoio para essa ação, que é um presente para os profissionais, e junto com nossos projetos sociais poderemos melhorar a situação econômica de cada catador”, enfatizou. Assistentes sociais e catadores da cidade também fizeram se presentes no local. 

Leia Também:  No Dia Mundial do Câncer, Semus reforça importância da prevenção e diagnóstico precoce

 

“O Projeto tem o intuito de fomentar empreendimentos solidários constituídos por catadores de materiais reutilizáveis que atuam em todo o Tocantins”, explicou o engenheiro Rafael Marcolino de Souza, da empresa Plêiade Ambiental responsável pela execução do projeto. Associativismo O ex-presidente da Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ACCM) de Araguaína, Antonio Marcos da Silva, que atua na área há 12 anos, informou que na cidade existem aproximadamente 400 trabalhadores que catam, selecionam e vendem materiais recicláveis como papel, papelão, vidro e outros reaproveitáveis. “O trabalho de quem se dedica às atividades de coleta é árduo, de baixo de sol e chuva, estamos nas ruas à procura de materiais reaproveitáveis”, observou.

 

Iniciativa Membro da Natura-Ativa Proteger é Viver, de Araguaína, Alcir Batista Mattos disse que o trabalho dos catadores tem que ser valorizado, pois são eles quem coletam, separam, transportam e, às vezes até transformam o que antes era visto como lixo inútil e pronto para ser descartado, em mercadorias, com valor de uso e de troca. Por sua vez, Antonio Marcos da Silva disse que com as associações e cooperativas, o trabalho dos catadores ganhará outras proporções, com a possibilidade de coleta e tratamento de maiores quantidades de material reciclável e, consequentemente, sua venda com a geração de mais renda para cada cooperado.  Lixo & Cidadania. Nessa etapa do diagnóstico, que consiste na identificação e situação dos lixões e aterros sanitários, cadastro e análise de informações ambientais e socioeconômicas dos catadores e catadoras, a equipe é formada por um catador, um engenheiro ambiental e um assistente social. Estima-se que até setembro a fase de diagnóstico seja concluída. Ao término de todas as etapas espera-se que sejam atendidas duas mil pessoas.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

CIDADES

Com recurso do Estado do Tocantins, prefeitura de Dianópolis realiza obras de infraestrutura no município

Published

on

O Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Emprego segue promovendo melhorias na infraestrutura no Tocantins. Os 139 municípios do Estado estão em constante desenvolvimento e os investimentos provenientes do Programa, são destinados para obras estruturantes de zonas urbanas e rurais.

O município de Dianópolis já recebeu a primeira parcela do investimento no valor de R$ 666 mil. A verba será destinada para pavimentação de vias urbanas nos setores Nova Cidade e Santa Luzia. De acordo com o prefeito de Dianópolis, José Salomão Jacobina Aires, o projeto possui grande importância para o desenvolvimento da região. “Os recursos recebidos neste momento estão sendo destinados para a pavimentação de cerca de 27 ruas com 28 mil metros de asfalto. Isso além de ser um impacto positivo para a gestão também promove o bem-estar da população, que é uma das nossas grandes prioridades”, ressalta.

Uma das principais cidades da região sudeste do Estado e com uma população de quase 22 mil habitantes, a cidade vem crescendo cada vez mais com o investimento em infraestrutura, melhorando a qualidade de vida da população. “Dianópolis é palco de vários pontos turísticos e uma cidade em pleno desenvolvimento. A pavimentação das vias urbanas é uma demanda reprimida por muito tempo, agora com a parceria entre Estado do Tocantins e os municípios, ajudará na construção dos asfaltos, promovendo qualidade de vida para a comunidade e turistas”, completa o gestor.

Leia Também:  Precisa-se de Doadores para manter estoque de sangue regular durante o Carnaval

Ainda de acordo com o gestor, o crescimento econômico e populacional dos municípios está associado a vários fatores e principalmente à infraestrutura local.

Até o momento foram investidos R$ 277 milhões distribuídos aos 139 municípios do Tocantins. Os recursos estão sendo aplicados em obras de infraestrutura local, como pavimentação de vias públicas, complexos poliesportivos, praças, parques, pontes, bueiros, ciclovias e centro de lazer.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA