PALMAS

Cinema

Filme rodado no Tocantins está na seleção oficial de Festivais Internacionais

Publicado em

CULTURA

O filme documentário Ayrton Meninices no coração do Brasil, do ator e cineasta Vicentini Gomez, rodado nas cidades de Taipas, Dianópolis, Natividade, Almas, Porto Alegre do Tocantins e em São Paulo, no Kart, já começa a colher frutos de sua qualidade artística, que exalta a beleza e a cultura do Tocantins e conta a infância e adolescência de uma grande personalidade do automobilismo brasileiro.

O longa documentário está na seleção oficial de dois importantes festivais do cinema mundial: NYC INTERNATIONAL FILM FESTIVAL, que acontece na maior cidade dos Estados Unidos (indicado aos prêmios de melhor filme documentário, melhor diretor, melhor trilha sonora e melhor roteiro) e MADRID INTERNATIONAL MOVIE AWARDS, na capital Espanhola (indicado aos prêmios de melhor filme documentário e melhor diretor).

Ayrton meninices no coração do Brasil é uma declaração de amor, um poema, um filme documentário com direção de arte inspirada em Salvador Dali, contando as histórias, fatos, causos e lembranças do ponto de vista dos amigos da infância, hoje recordadores, que conviveram com o Ayrton, representado pelo ator Rodrigo Dorado, dos 7 aos 17 anos durante as férias escolares na fazenda Brejo, em Taipas do Tocantins. Ali era conhecido apenas como Becão, um anônimo que se destacava junto aos vaqueiros, meninos e meninas da mesma idade pelas peraltices e “loucuras” narradas pelos olhos e coração daquela gente simples, com emoção e humor. No Kart, muticampeão, era apenas Beco ou piloto 42, e que no futuro ficou conhecido como a lenda Ayrton Senna.

Leia Também:  Saúde compõe voltada à prevenção de acidentes e mortes no trânsito

Neste filme, o protagonista é o sertanejo e os mecânicos. A cultura e as belezas naturais do Tocantins é exaltada pela sua beleza e exuberância. Tem trilha sonora de Michel Vicentine. A música de abertura -grandes sertões- é de Hausenclever Petersen, que canta junto com Dorivã e tem arranjos do maestro Renato Mota, artistas do Tocantins.

O filme é a concretização de um sonho antigo do jornalista Goianyr Barbosa, que desvendou a história e a apresentou ao cineasta Vicentini Gomez, que imediatamente aceitou o desafio na produção deste trabalho ímpar.

Estar na seleção oficial de um festival internacional de cinema já é um grande prêmio. Estamos concorrendo com mais de 500 filmes de todo o mundo, ávidos por estar neste patamar importantíssimo que é seleção oficial, afirma o diretor.

Vicentini Gomez foi ator protagonista, produtor, roteirista e diretor do filme “Doutor Hipóteses”, o longa-metragem brasileiro mais premiado em 2021/22 em festivais internacionais de cinema. Foi selecionado e ganhou prêmios nas categorias de melhor filme, melhor ator protagonista, melhor roteiro, melhor trilha sonora e linguagem inovadora, em quatro continentes: América (Estados Unidos, Brasil e Venezuela) Europa (Itália, Espanha, Inglaterra e França) Ásia (Cingapura e Índia) e Oceania (Austrália).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CULTURA

Alunos viajam no tempo e celebram a cultura de décadas passadas em grande festa

Publicados

em

Com o tema “We are Back” e arrecadação de alimentos não perecíveis para doação a famílias em vulnerabilidade alimentar, a Folk Fest 2022 está movimentado a comunidade da escola MapleBear Palmas. A festa de final de semestre acontece nesta sexta-feira, 24, a partir das 19h.

Durante o mês de junho toda a comunidade escolar se engajou na preparação da festa, nas apresentações culturais e na arrecadação de alimentos não perecíveis para doação a entidades que atuam com famílias carentes.

Esta festa, realizada já tradicionalmente todo final do primeiro semestre letivo, tem este ano um gosto especial pois marca o primeiro semestre de aulas presenciais após os difíceis 2 últimos anos especialmente para as escolas, famílias e alunos que tiveram que se reinventar com as aulas remotas e online.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rede estadual de ensino retoma aulas 100% presenciais
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA