PALMAS

ECONOMIA

Lançamento do Prêmio Mulher que Transforma deixa marca da força do empreendedorismo feminino em Araguaína

Publicado em

Cerca de 200 mulheres de Araguaína participaram na noite desta quarta-feira, 03/08, do lançamento do Prêmio FIETO Mulher que Transforma, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins em parceria com a consultora e idealizadora do projeto, Nilmar Ruiz.

O Prêmio visa identificar, reconhecer e incentivar empresas lideradas por mulheres com o objetivo de contribuir e fortalecer a representatividade feminina no segmento industrial. Bem como, inspirá-las a desenvolverem suas ideias por meio do empreendedorismo e dar visibilidade a esses negócios.

Após um mês percorrendo todo o estado para divulgação do prêmio a consultora Nilmar Ruiz considera ter fechado esta etapa com chave de ouro, muita emoção, alegria e descontração em Araguaína. Mais de duzentas mulheres de diversos segmentos lotaram o auditório para conhecer o Prêmio. “Agora vem a difícil tarefa de escolher as melhores histórias inscritas, dentre tantos relatos emocionantes e fazer a entrega do Prêmio em Palmas, no dia 18 de agosto”, pontuou a consultora destacando o agradecimento ao presidente da FIETO Roberto Pires e equipe da Federação.

Representando o presidente da FIETO, Roberto Pires, a vice-presidente executiva da instituição e presidente do Sindicato das Indústrias de Confecções do Estado do Tocantins (SICON/TO), Maria Elieth Lobo, destacou que as mulheres de Araguaína são exemplares. “Sabemos que a pandemia prejudicou muito, principalmente, as mulheres, mas acreditamos que saímos mais fortes. Aqui no Tocantins, no comércio varejista, temos 16% de mulheres nos cargos de lideranças. Na indústria, 25%. No geral, incluindo o agronegócio e outros afins, temos 38% de mulheres. Outro dado, a nível nacional, é que 45% das mulheres trabalham e cuidam, sustentam suas famílias”, afirmou.

Leia Também:  Confiança do empresário do comércio continua em crescimento contínuo

Isanete Carvalho, empreendedora no ramo alimentício, revelou que fará sua inscrição o mais rápido possível confiante que ganhará o Prêmio representando Araguaína. Ela é proprietária de uma tapiocaria voltada à alimentação saudável. Criou a massa da tapioca a partir de pesquisas com seu pai que à época foi diagnosticado com diabetes e teve que fazer uma mudança em seus hábitos alimentares.

“Ele começou a pesquisar alimentos bons para a alimentação dele e eu ajudei muito. Anos depois, comecei a fazer tapioca”, contou a empreendedora que desenvolveu a massa do produto a partir de 16 ingredientes que incluem sementes e cereais, voltada para pessoas com refluxo, problemas de digestão, que queiram uma reeducação alimentar, e até mesmo ganho de peso.

O Prêmio

A programação de lançamento do Prêmio Mulher que Transforma abrange os 139 municípios tocantinenses, divididos em 12 regiões. O prêmio já foi divulgado em Arraias, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Miracema, Paraíso do Tocantins, Ponte Alta do Tocantins, Porto Nacional e Tocantinópolis. Araguaína foi a última cidade a receber o lançamento do Prêmio. As inscrições encerram nesta sexta-feira, 05/08. A cerimônia de revelação das vencedoras acontece no dia 18 de agosto em Palmas. Todas as informações necessárias, bem como a ficha de inscrição, podem ser conferidas aqui.

Leia Também:  44% dos brasileiros já pegaram nome de outra pessoa para fazer compras

Por Brener Nunes

Foto: Adilvan Nogueira

Assessoria de Imprensa FIETO (63) 3229-5775

Fonte: FIETO

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

ECONOMIA

​Câmara de Mulheres Empreendedoras da Fecomércio reuniu empresárias em Happy Hour

Published

on

Com o objetivo de apresentar a nova diretoria e ações propostas para 2022, ocorreu ontem na sede da Fecomércio em Palmas, um Happy Hour promovido pela Câmara de Mulheres Empreendedoras e Gestoras de Negócios (CMEG) que reuniu as integrantes que compõem a entidade. Na oportunidade, a empresária Maria Fátima de Jesus, presidente da CMEG, representou também a vice-presidente, Letícia Coelho.

Durante o seu pronunciamento, o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, ressaltou a importância da Câmara e do empreendedorismo feminino. “Nós criamos esta iniciativa visando justamente dar espaço as empresárias, que hoje representam uma grande parcela das gestoras de empresas no estado. Nós resolvemos este ano estender e buscar novos setores para dar maior representatividade, e pelo que estou vendo, estamos com um time de peso”.

Ele ainda falou da satisfação de ter representantes tocantinenses na Câmara Brasileira das Mulheres Empreendedoras do Comércio. “A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) criou uma câmara a nível nacional e é uma honra ter a representação da Fátima e da Letícia. Elas participarão de discussões que trarão benefícios não só para mulheres do Tocantins, mas de todo o país”, disse.

Leia Também:  Consumo cai novamente e registra menor índice desde 2010

Durante o evento, Maria de Fátima apresentou as diretrizes e o planejamento proposto para 2022 às membras que já faziam parte, assim como, para as novas empresárias que aceitaram o convite para integrar a câmara. “Tenho certeza que a participação de todas fará a diferença e juntas traçaremos boas propostas ao fomento do empreendedorismo feminino no Tocantins. Cada uma com seu conhecimento agregará ainda mais em pontos que são importantes para nós, como gestão, educação profissional, políticas públicas e outros”.

CMEG

A Câmara de Mulheres Empreendedoras e Gestora de Negócios (CMEG) é uma entidade diretamente vinculada ao Sistema Fecomércio Tocantins, sem fins lucrativos e de natureza privada. Tem como diretriz estruturar e apresentar propostas que promovam o desenvolvimento da mulher no âmbito empresarial, visando a promoção do empreendedorismo feminino e o estabelecimento de políticas voltadas aos interesses das mulheres do Tocantins.

Fonte: Fecomércio TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA