PALMAS

Estado

Chegam ao Tocantins 56.170 doses de três imunizantes contra o novo coronavírus

As vacinas CoronaVac, Pfizer e Janssen devem chegar a Palmas, na madrugada desta sexta.

Publicado em

Estado

Para sequência da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, o Estado do Tocantins receberá, na madrugada desta sexta-feira, 25, mais 56.170 doses de imunizantes contra a doença. Do total esperado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), 27.200 são da CoronaVac/Butantan, 18.720 da Pfizer/Comirnaty e 10.250 da Janssen (Johnson & Johnson). (continua abaixo)

As remessas fazem parte da 27ª pauta de distribuição, do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) e atenderão os seguintes grupos: a CoronaVac será usada para um ciclo completo do esquema vacinal (D1 e D2) dos trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores da Educação do ensino básico e superior e para forças de segurança, salvamento e forças armadas; a Pfizer será aplicada em D1, de pessoas com comorbidades e deficiência permanente, gestante e puérpera com comorbidades e trabalhadores de Saúde; já a Janssen atenderá em dose única, pessoas com comorbidades e deficiência permanente.

Os municípios devem observar a Nota Técnica 11/2021/SES/GASEC, divulgada pela Gestão Estadual, com orientações sobre a vacinação. “Os municípios que já completaram o esquema vacinal dos grupos prioritários elencados acima e possuem primeiras doses (D1) em estoque devem seguir ampliação da vacinação com novos grupos, conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde (MS)”, afirmou a Superintende de Vigilância em Saúde, Perciliana Bezerra, acrescentando que “a vacinação da população em geral será escalonada por faixa etária de forma decrescente, iniciando em 59 anos até os 18 anos, após ser submetida à aprovação nos Conselhos Municipais de Saúde”.

Leia Também:  MPE instaura inquérito para investigar gastos do Governo do Estado com folha de pessoal

Segundo titular da SES, Dr. Edgar Tollini, a incorporação de mais um imunizante, na Campanha Nacional é positiva. “A ampliação deste portfólio de vacinas disponíveis no país, com a chegada da Janssem, colabora para que tenhamos um controle mais rápido sobre a doença. Contudo, vale lembrar que todos os cuidados como higienização das mãos, o uso das máscaras e o distanciamento social ainda devem ser seguidos, inclusive por quem já foi imunizado”, destacou.

A Gerência de Imunização da SES já tem plano para agilizar a distribuição dos imunizantes. “Nossa equipe está preparada para realizar de forma ágil e precisa o processo de conferência e distribuição das doses, para que cheguem o mais rápido possível aos cidadãos e cidadãs que ainda esperam pela vacinação”, afirmou a responsável pelo setor, Diandra Sena, acrescentando que as datas de entrega serão amplamente divulgadas nos canais oficiais da Pasta.

As vacinas CoronaVac deverão ser distribuídas para os 139 municípios, as doses da Pfizer para os municípios que já realizam a aplicação (Palmas, Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Araguaína e Gurupi) e as da Janssen para Palmas, Araguaína e Gurupi. “Lembrando que a distribuição é feita de forma proporcional ao público alvo, determinado pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 (PNO), o qual toma por base a população dos municípios e, também, os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde”, enfatizou Diandra.

Leia Também:  Congresso Nacional aprova contrato com Fies, estudantes já podem fazer renovação

Vacinômetro

Até esta quinta-feira, 24, o Tocantins já recebeu 759.400 doses de vacinas contra a Covid-19, das quais 668.596 já foram distribuídas aos 139 municípios. Deste total, 531.129 já foram aplicadas, sendo 389.974, em D1 e 141.155, em D2, o que correspondem a 24,52% e 8,88% da população, respectivamente. Mais informações sobre o processo de vacinação no Estado podem ser acessadas no http://integra.saude.to.gov.br/covid19/Vacinometro.

Dados epidemiológicos

O 466º Boletim Epidemiológico da Covid-19 no Tocantins, divulgado nesta quinta-feira, 24, aponta que atualmente, o Tocantins contabiliza 578.763 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 194.988 casos confirmados. Destes, 175.381 estão recuperados, 16.459 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 3.148 foram a óbito.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estado

Governador Carlesse destaca potencial da piscicultura no Tocantins durante entrega de cessões de uso de águas

Publicados

em


O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, recebeu na tarde desta quinta-feira, 23, o secretário da Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif, e o superintendente do Patrimônio da União do Tocantins, Lúcio Alfenas. Eles vieram ao Estado para oficializar contratos de cessão de uso de águas de domínio da união para fins de aquicultura, voltados a empresários tocantinenses interessados em implantar projetos de produção de peixes na região.

Ao todo, foram entregues quatro contratos de cessão de águas aos empresários Ciro Parreira Labre, Francisco das Chagas de Medeiros, Moisés Vieira Labre e Pedro Iran Pereira do Espírito Santo.

Durante o evento, a Superintendência de Patrimônio da União repassou oito áreas aquícolas no Tocantins à Secretaria da Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com capacidade para produção de mais de 25 mil toneladas de peixes por ano. Segundo o secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif, essa iniciativa vai permitir um incremento da produção de peixes no Tocantins.

O secretário reforçou que esses empreendimentos têm potencial para gerar mais de 500 empregos diretos e 2 mil indiretos aos tocantinenses. “Tocantins é o único Estado a contar com uma unidade da Embrapa voltada para a aquicultura, e o governador Mauro Carlesse sempre acreditou e incentivou essa atividade no Estado. A nossa expectativa é tornar o Tocantins um grande produtor de peixes”, pontuou Jorge Seif.

Leia Também:  Governo vai distribuir 800 cestas básicas para taxistas e mototaxistas em Araguaína

O governador Mauro Carlesse afirmou que a sua gestão sempre foi voltada para incentivar a produção, e que a aquicultura é uma atividade muito promissora na região pelo grande potencial hídrico disponível. “Essa atividade vai dar muitas oportunidades às pessoas. Estamos acreditando em grandes e pequenos empreendimentos para agregar o maior número de pessoas trabalhando. Esse é o nosso objetivo e temos feito tudo o que é possível em termos de incentivo e agilidade no licenciamento, porque já temos instituições financeiras interessadas em financiar projetos”, adiantou.

O Governador destacou que a política de incentivos à produção coloca o Tocantins na rota de investimentos para o desenvolvimento da aquicultura. “Tenho certeza de que com o incentivo ao nosso investidor, aliado aos recursos hídricos e aos incentivos concedidos para a produção da soja, do algodão e do milho, o pescado será promissor e de grande importância econômica para o nosso Estado”, ressaltou.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café, lembrou que o governador Mauro Carlesse é um entusiasta da aquicultura no Tocantins. O secretário destacou que o potencial hídrico, a tecnologia de ponta e a melhoria genética são fatores que contribuem para tornar o Estado uma referência no setor.

“O governador Mauro Carlesse sempre acreditou que as águas do Tocantins poderiam gerar riqueza, fazendo chegar peixe de qualidade para todo o Brasil. Temos tecnologia e melhoria genética para desenvolvermos a atividade e esse é o momento”, sustentou Jaime Café.

Leia Também:  MPE instaura inquérito para investigar gastos do Governo do Estado com folha de pessoal

O presidente da Embrapa, Celso Moretti, também destacou o potencial da aquicultura. “E um momento importante presenciar a aquicultura florescendo aqui no Tocantins. Conhecendo o potencial desse Estado, conhecendo a força de trabalho dos tocantinenses, não tenho dúvidas que só vai crescer, gerar renda e desenvolvimento”, comentou.

Presenças

O evento contou com a presença dos deputados federais Carlos Gaguim e Osires Damaso; da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro; do secretário nacional de Agricultura e Cooperativismo, César Halum; do chefe de gabinete do Ministério do Turismo, Herci Filho; de empresários; secretários de Estado e outras autoridades.

Governador pontua que a política de incentivos à produção coloca o Tocantins na rota de investimentos para o desenvolvimento da aquicultura – Esequias Araújo/Governo do Tocantins

Empresários tocantinenses interessados em implantar projetos de produção de peixes na região receberam contratos de cessão de águas – Esequias Araújo/Governo do Tocantins

Secretário Jaime Café destacou que o potencial hídrico, a tecnologia de ponta e a melhoria genética são fatores que contribuem para tornar o Tocantins referência na aquicultura – Esequias Araújo/Governo do Tocantins

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA