PALMAS

Estado

Novo coronavírus mata mais 25 tocantinenses e estado chega a 2.032 óbitos

Covid-19 matou mais 14 homens e 11 mulheres com idades entre 41 e 92 anos.

Publicado em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta quarta-feira, 31 de março, foram contabilizados 25 mortes e 996 novos casos confirmados para Covid-19. Deste total, foram registrados 187 nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 429.992pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 140.975 casos confirmados da doença. Destes, 121.515 pacientes estão recuperados e 17.428 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 2.032 óbitos.

Óbitos

1. Mulher de 61 anos, residente em Porto Nacional. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 26/03/2021 no Hospital Santa Thereza.

2. Homem de 72 anos, residente em Porto Nacional. Comorbidades: não relatado. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Geral de Palmas.

3. Mulher de 74 anos, residente em Pindorama. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e diabetes. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Estadual de Combate à Covid.

4. Mulher de 46 anos, residente em Palmas. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e obesidade. Óbito em 27/03/21 no Hospital Geral de Palmas.

5. Homem de 89 anos, residente em Dianópolis. Comorbidades: não relatado. Óbito em 29/03/2021 no Hospital Estadual de Combate à Covid.

6. Homem de 80 anos, residente em Formoso do Araguaia. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 29/03/2021 no Hospital Regional de Gurupi.

Leia Também:  Vacina contra febre amarela deve ser tomada apenas uma vez

7. Homem de 72 anos, residente em Gurupi. Comorbidades: insuficiência renal aguda. Óbito dia 29/03/2021 no Hospital Regional de Gurupi.

8. Homem de 69 anos, residente em Palmas. Comorbidades: insuficiência renal crônica e hipertensão arterial sistêmica. Óbito em 16/03/2021 no Instituto Ortopédico de Palmas.

9. Mulher de 86 anos, residente em Palmas. Comorbidades: doença pulmonar obstrutiva crônica e diabetes. Óbito em 17/03/2021 no Hospital Estadual de Combate à Covid.

10. Mulher de 70 anos, residente em Colinas do Tocantins. Comorbidades: não relatado. Óbito em 16/12/2020 no Hospital Dom Orione em Araguaína.

11. Mulher de 44 anos, residente em Campos lindos. Comorbidades: não relatado. Óbito em 21/03/2021 no Hospital Dom Orione.

12. Homem de 74 anos, residente em Colinas do Tocantins. Comorbidades: insuficiência renal. Óbito dia 21/03/2021 no Hospital Municipal de Colinas.

13. Homem de 85 anos, residente em Palmas. Comorbidades: não relatado. Óbito em 15/03/2021 no Hospital Geral de Palmas.

14. Homem de 76 anos, residente em Bernardo Sayão. Comorbidades: diabetes e hipertensão arterial sistêmica. Óbito em 13/03/2021 no Instituto Sinai.

15. Homem de 92 anos, residente em Gurupi. Comorbidades: não relatado. Óbito em 22/03/2021 no Hospital Santa Catarina de Gurupi.

Leia Também:  Procon alerta sobre proibição de venda de extrato e molho de tomate

16. Homem de 76 anos, residente em Esperantina. Comorbidades: não relatado. Óbito em 23/03/2021 no UBS de Esperantina.

17. Homem 41 anos. Residente em Paraíso do TO. Comorbidades: doença neurológica. Óbito dia 26/03/2021 no Hospital Regional de Paraíso.

18. Homem de 41 anos, residente em Colinas do TO. Comorbidades: não relatado. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Municipal de Colinas.

19. Mulher de 66 anos, residente em Dois Irmãos. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e diabetes. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Regional de Miracema.

20. Mulher de 70 anos, residente em Ananás. Comorbidades: diabetes. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Regional de Augustinópolis.

21. Mulher de 76 anos, residente em Goianorte. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica, Parkinson e obesidade. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Regional de Araguaína.

22. Mulher de 82 anos, residente em Araguacema. Comorbidades: trombose venosa profunda. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Dom Orione.

23. Homem de 75 anos, residente em Colinas do TO. Comorbidades: não relatado.

24. Mulher de 54 anos, residente em Cristalândia. Comorbidades: doença cardíaca crônica. Óbito dia 28/03/2021 no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.

25. Homem de 50 anos, residente em Colinas do TO. Comorbidades: obesidade. Óbito em 28/03/2021 no Hospital Municipal de Colinas.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Estado

Ação inédita da Serasa oferece negociação de dívidas com parcelamento sem juros, para 1,25 milhão de débitos no Norte

Published

on

Em parceria com 45 empresas, a ação oferece condições especiais, durante todo o mês de agosto

Em função do cenário econômico e o aumento do endividamento das famílias brasileiras, a Serasa se juntou a 45 outras empresas de diversos setores para buscar soluções para auxiliar o consumidor a renegociar suas dívidas. Por meio dessa parceria, o Serasa Limpa Nome irá disponibilizar, durante todo o mês de agosto, mais de 80 milhões de débitos para renegociação, no país, em até 36 vezes sem juros, sendo 1.254.375 na região Norte.

No Pará, estão sendo disponibilizados 565.528. No Amazonas, 300.943; no Tocantins, 107.667; em Rondônia, 93.584; no Amapá, 74.307; no Acre, 72.807; e, em Roraima, 39.539.

As negociações podem ser realizadas pelos canais digitais da Serasa e presencialmente nas mais de 6 mil agências dos Correios distribuídas pelo país. Além das condições especiais de parcelamento, o consumidor pode ainda encontrar os tradicionais descontos de até 90%, sempre oferecidos pelo Serasa Limpa Nome, maior plataforma de renegociação de dívidas do país.

Leia Também:  Procon alerta sobre proibição de venda de extrato e molho de tomate

A ação surgiu depois de a Serasa realizar uma pesquisa que ouviu 2.645 endividados de todo o país. O levantamento mostrou que descontos e parcelamentos sem juros são os maiores motivadores para o consumidor quitar suas dívidas. “É a maior ação de negociação com parcelamento sem juros já realizada no Brasil”, diz Ignacio Dameno, diretor do Serasa Limpa Nome.

Para Aline Maciel, gerente do Serasa Limpa Nome, essa é uma solução buscada pelas empresas para que os brasileiros endividados possam recuperar o poder de compra sem impactar a renda mensal. “Quando um inadimplente renegocia o débito, a dívida sai do seu nome logo após pagar a primeira parcela, o que o auxilia a retomar crédito”, explica Aline. “A ação foi a maneira que as empresas envolvidas encontraram para conter a alta da inadimplência”, complementa.

Empresas participantes: Claro; Ativos; Atlântico; Banco BMG; Banco Digio; Banco Digio; Banco Inter; Banco Losango; Banco Neon; Boticário; Bradescard; Bradesco; Bradesco Financiamentos; BTG +; Carrefour; Crediativos; Credsystem; Digio; DmCard; Eudora; FortBrasil; Grupo Tracker; Havan; Hoepers; Intacto; Ipanema; Itapeva; Itau; MGW Ativos; Money Plus; Multi Crédito; Nalin; Net; Nextel; Recovery; Renner; Riachuelo; Santander; Sascar; Sicoob; Sorocred; Uze; Via Varejo; VoxCred; Zema.

Leia Também:  A Casa do Povo se transformou na Casa da Mulher

A Serasa reforça que as ofertas disponíveis na Ação de Parcelamento não aplicam juros sobre o acordo de parcelamento, mas a dívida negociada pode conter os juros de atraso do pagamento.  As negociações pelas agências dos Correios que oferecem as condições e os descontos especiais da campanha podem ser realizas mediante o pagamento de uma taxa de R$3,60.

O consumidor pode conferir se tem parcelas sem juros disponíveis por meio dos canais oficiais da Serasa: site serasalimpanome.com.br; App Serasa no Google Play e App Store; ligação gratuita 0800 591 1222; e WhatsApp 11 99575–2096.

Sobre a Serasa
Com o propósito de revolucionar o acesso ao crédito no Brasil, a Serasa oferece um ecossistema completo voltado para a melhoria da saúde financeira da população com produtos e serviços digitais.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA