PALMAS

Estado

Saúde oferece capacitação sobre hanseníase a 23 municípios

A capacitação será realizada em Palmas e é oferecida a profissionais de saúde de nível superior que atendem usuários do SUS.

Publicado em

A Secretaria do Estado da Saúde realiza a partir desta terça-feira, 28, a partir das 8 horas, Capacitação para Assistência Integral ao Paciente de Hanseníase para profissionais da Atenção Primária de 23 municípios para controle da hanseníase no Tocantins. A capacitação acontece na Escola Tocantinense do SUS (ETSUS) Dr. Gismar Gomes, em Palmas.

 

Fazem parte do grupo os municípios contemplados Araguanã, Santa Fé do Tocantins, Paranã, Lagoa do Tocantins, Oliveira de Fátima, Tocantinópolis, Palmeirópolis, Esperantina, Colmeia, Arapoema, Novo Alegre do Tocantins, Miranorte, Conceição, Riachinho, Aurora do Tocantins, Fátima, Crixás do Tocantins, Chapada de Natividade, Monte Santo, Rio dos Bois, Pindorama do Tocantins, Palmas e Marianópolis.

 

A capacitação será realizada em Palmas e é oferecida a profissionais de saúde de nível superior que atendem usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em ações voltadas para o diagnóstico e tratamento da hanseníase, avaliação e monitoramento da função neural, diagnóstico e tratamento das reações, técnicas simples de prevenção e reabilitação de incapacidade física, vigilância de contatos e organização de serviço.

Leia Também:  Reparo na rodovia entre Lajeado e Miracema é concluído nesta quarta, 27

 

Segundo a responsável pela Área Técnica da Hanseníase, Liz Freire, dados recentes do Tocantins evidenciam um coeficiente de detecção geral de 75,28 para cada grupo de 100.000 habitantes e um coeficiente de detecção em menores de 15 anos de 20,60 para cada grupo de 100.000 habitantes. “Ambos os indicadores são considerados de perfil hiperendêmicos, segundo os parâmetros do Ministério da Saúde”, completa Liz.

 

Ainda de acordo com a técnica, a capacitação é necessária para profissionais de saúde que se encontram engajados ao atendimento do paciente com hanseníase e por isso eles precisam estar preparados e atualizados tecnicamente para realizar um diagnóstico e tratamento precoces, evitando as deformidades decorrentes do processo saúde-doença. “Os profissionais de saúde, sobretudo os que atuam nessa região, têm um papel preponderante no controle e eliminação da doença, o que justifica a necessidade de capacitar estes profissionais, bem como mantê-los atualizados sobre a hanseníase”, completa Liz.

 

Hanseníase

A hanseníase é uma doença contagiosa e sua transmissão acontece pelas vias aéreas superiores e pelo contato prolongado com a pessoa portadora não tratada. Os primeiros sintomas são: manchas vermelhas ou brancas, com perda ou diminuição de sensibilidade, em qualquer parte do corpo.  A doença afeta a pele e os nervos e podendo causar deformidades físicas se não tratada.

Leia Também:  Petição pública pede anulação do concurso da PM após supostas fraudes

 

O tratamento é gratuito e pode durar de seis meses a um ano, sendo baseado em medicamentos administrados via oral, encontrados apenas no Sistema Único de Saúde (SUS). Somente após o início do tratamento, é interrompido o cliclo de transmissão da doença.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Estado

Estado do Tocantins garante liberação imediata de R$ 50 milhões com o BRB para nova ponte de Porto Nacional

Published

on

Já estão disponíveis os recursos no valor de R$ 50 milhões, que foram liberados pelo Banco de Brasília (BRB) ao Estado do Tocantins para continuidade das obras na ponte em Porto Nacional. A liberação ocorreu mediante a apresentação de toda a documentação exigida referente à medição das obras por parte da comitiva do Tocantins ao BRB, nessa terça-feira, 16, em Brasília (DF), na sede do banco.

O secretário de Estado da Fazenda (Sefaz), Júlio Edstron, explica que a liberação de recursos como este pleiteado com o BRB é um processo. “Fizemos a medição e entregamos toda a documentação. As obras não foram paralisadas e seguirão o fluxo normal, viabilizadas pelo aporte repassado por nosso parceiro financeiro”, explicou o gestor da pasta, presente durante a reunião juntamente com o secretário de Estado da Administração (Secad), Paulo César Benfica.

O último ponto debatido foi a experiência do BRB na efetivação de projetos sociais em Brasília. O banco demonstrou o seu interesse em estabelecer parcerias nessa área com o Estado do Tocantins, com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento local e regional. O presidente do BRB, Paulo Henrique Bezerra Rodrigues Costa, informou que o banco já cumpriu todas as exigências jurídicas para operar e abrir agências no Tocantins, criando, dessa forma, mais empregos e oportunidades.

Leia Também:  Petição pública pede anulação do concurso da PM após supostas fraudes

Parceria

O BRB é parceiro do Estado do Tocantins desde que foi assinado o primeiro contrato para viabilizar recursos para aplicação na obra na ponte em Porto Nacional. A primeira ponte sobre o Rio Tocantins foi construída na década de 70 e, depois de 40 anos, passou por interdições por conta da sua estrutura que necessitava de reparos e manutenção. Então, no ano de 2019, foi assinada a Ordem de Serviço para construção de uma nova ponte, que fica ao lado da antiga, visando trazer melhorias e seguridade no trânsito em uma das vias mais importantes do Estado, sobretudo para o escoamento da produção agropecuária.

A construção da nova ponte foi iniciada com receita própria do Estado do Tocantins e, com a assinatura com o BRB para liberação de R$ 149 milhões em convênio, foi possível dar celeridade aos serviços. As obras estão em andamento, ocorrendo dentro do calendário previsto pelo Estado e, desde o início da obra, já foram gerados centenas de empregos temporários envolvendo trabalhadores na construção da ponte.

Leia Também:  Gabinete de enfrentamento à crise soma resultados para a Saúde

A ponte terá 1.488 metros de extensão, com mais de 20 pilares, sendo pelo menos 15 de fundação submersa. A via liga a cidade de Porto Nacional ao município de Fátima e a outras localidades do Tocantins.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA