PALMAS

LUTO

Morre ex-prefeito de Palmas Odir Rocha, aos 84 anos

Publicado em

GERAL

Odir foi prefeito de Colinas do Tocantins e da capital Palmas. Ele deixa um legado de homem público e na lieratura

O ex-prefeito de Palmas entre 1997 e 2000, Odir Rocha, faleceu nesta quarta-feira, 04, aos 81 anos de idade. Odir era mineiro de Araguari, mas morava no Tocantins desde 1971. Ele também foi prefeito de Colinas e era membro da Academia Tocantinense de Letras, com diversos livros publicados.

Ele deixa a esposa Dirce Noda Rocha e três filhas. A família ainda não divulgou a causa da morte.

Veja notas de pesar:

É com profunda tristeza e pesar que recebo a notícia do falecimento do amigo Odir Rocha, 81 anos, que ocorreu hoje, 04, em Palmas, Tocantins.

Casado com Dona Dirce Rocha e pai de três filhas, Odir foi deputado federal, prefeito de Colinas e de nossa capital, Palmas. Um médico renomado e atuante, sem deixar de lado as causas sociais nem a política.

Pai exemplar de três filhas, Odir Rocha deixa muitas saudades e um legado de amor, força, trabalho e determinação.

Aos familiares e amigos, transmito meu fraterno abraço, presto minhas sinceras condolências e rogo a Deus que os conforte nesse momento de dor e tristeza. 

Leia Também:  '1º Dia De Campo' será realizado amanhã, 13, em Natividade
Kátia Abreu
Senadora da República
Presidente do PP – TO
Recebi com pesar a triste notícia do falecimento do ex-prefeito de Palmas Manoel Odir Rocha, na capital, nesta quarta-feira, 4, aos seus 81 anos.

Dr. Odir Rocha, foi médico de carreira e como político muito contribuiu ao nosso Estado, enquanto prefeito de Palmas, prefeito de Colinas do Tocantins e também como Deputado Federal.

Meus sentimentos aos familiares, amigos e admiradores deste homem respeitado.

Jorge Frederico
Deputado Estadual

Uma lamentável perda para nós, a partida do nosso amigo escritor, poeta e ex-prefeito de Palmas, Odir Rocha. Uma figura pública sempre muito querida por todos, que deixa um legado importante para aqueles que os conheciam, pois honrou o cargo que ocupou, sendo exemplo de coerência, trabalho e dedicação ao povo e a capital Palmas que ele tanto amava.

Meus sentimentos aos familiares, amigos,  admiradores e toda a população palmense pela perda deste grande líder que deixa sua marca e muitas histórias vivas em nossas memórias.

Leia Também:  Governadores e representantes da Amazônia Legal se reúnem no Tocantins nesta quinta e sexta-feira

Valdemar Júnior

Deputado Estadual

O Tocantins perde uma grande referência com o falecimento do Dr. Odir Rocha. Um ser humano ímpar, de bom coração, que muito contribuiu para a criação do nosso Estado. Pioneiro no Tocantins, naquele mesmo ano, em 1988, foi eleito prefeito de Colinas, época em que meu pai, Vicentinho Alves, elegeu-se para prefeito de Porto Nacional. Diante das pautas municipalistas, nossas famílias firmaram a partir dali uma amizade pautada em admiração e respeito. Enquanto prefeito da Capital, Dr. Odir destacou-se pela eficiência na qual administrou Palmas, assim como o trabalho que desempenhou na Câmara dos Deputados. Neste momento de tristeza, solidarizamo-nos com Dona Dirce, sua esposa, suas filhas, netos, familiares e amigos. Rogamos a Deus que conforte os corações enlutados e dê ao seu filho o merecido descanso.

Descanse em paz!

Deputado Federal Vicentinho Júnior e Família

 

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Trabalho do MPTO para prevenção e combate às queimadas é destaque

Publicados

em

O procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior, coordenador do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma), representou o Ministério Público do Tocantins (MPTO) no lançamento oficial do programa Foco no Fogo 2022. O evento foi realizado nesta segunda-feira, 16, e visa orientar a população sobre educação ambiental com foco na prevenção de queimadas e incêndios florestais.

Durante o evento, foi destacado o trabalho do Caoma no monitoramento das queimadas e incêndios florestais, que apontou a redução de 51% de área queimada em imóveis rurais em 2021, no período mais crítico (julho a outubro), em comparação ao ano anterior, representando um avanço no controle e combate às queimadas irregulares.

“O Ministério Público tem atuado fortemente junto ao Comitê do Fogo, usando a tecnologia como aliada no monitoramento das unidades de conservação, terras indígenas e propriedades rurais no período mais crítico de incidência dos incêndios florestais. Com os dados, o MPTO realiza notificações, recomendações para o cuidado com o uso do fogo e alerta sobre as consequências da falta desses cuidados”, explicou o procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior.

Leia Também:  IFPD seleciona acadêmicos de Ciências Contábeis para vagas de estágio

O procurador de Justiça afirmou que como resultado do monitoramento feito pelo MPTO e o trabalho do programa Foco no Fogo, verificou-se uma redução no número de propriedades e a extensão da área queimada de 2020 para 2021. “Em 2020, 5.600 propriedades tiveram áreas queimadas, já em 2021 houve redução para 2.700. Resultado dos esforços dos integrantes do Comitê Estadual do Fogo e do trabalho do MPTO, por meio da sua Força-tarefa Ambiental e Promotorias de Justiça Regionais Ambientais”, ressaltou.

Foco no Fogo

 

O programa Foco no Fogo é realizado pelo Comitê Estadual de Prevenção e Controle às Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê do Fogo) que conta com a participação do MPTO e mais 31 instituições.

Durante o período de seca no Estado, o Comitê do Fogo, por meio do programa, realiza campanhas publicitárias, spots em rádios, ações educativas de prevenção a incêndios florestais, atividades voltadas a orientar, sensibilizar e conscientizar a população sobre prevenção, controle e combate às queimadas.

As ações têm como público-alvo agropecuaristas, empresários, munícipes e demais entes envolvidos com incêndios rurais no Tocantins.

Leia Também:  Inscrições abertas: programa de estágio da VLI
Fonte: MP TO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA