PALMAS

ASSISTÊNCIA

Programa EDP nas Escolas beneficia mais de 1200 estudantes no Tocantins

Publicado em

GERAL

Esta é a 21ª edição do programa que já beneficiou milhares de alunos da rede pública em todo o Tocantins

O programa EDP nas Escolas beneficiará 1245 alunos no Tocantins em 2022.  Com o tema “Oceanos”, a ação do Instituto EDP, organização que coordena os investimentos socioambientais da Investco e Enerpeixe, vai entregar kits escolares para alunos de seis escolas do Estado. A ação começa nesta terça-feira, 05, às 14h30, na Escola Municipal Juscelino Kubitscheck, em Lajeado. Também receberão os kits nos próximos dias as escolas municipais Francisco Martins Noleto (Miracema), Juscelino Kubitschek de Oliveira (Peixe), Francisco Ribeiro (Peixe), Novo Milênio (São Salvador) e Barreiro (Paranã).

Os kits escolares distribuídos aos estudantes são compostos de itens essenciais da rotina estudantil, como mochila, cadernos, lápis, apontador, canetas, lápis de cor, cola, entre outros.  Além disso, ao longo do ano, o programa realizará a capacitação de professores, melhorias na infraestrutura física, estímulo às artes, atividades de inclusão digital e ações envolvendo realidade virtual – que mostrarão como a acidificação dos oceanos prejudica o meio ambiente.

A escolha do tema “Oceano” está alinhada aos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e à estratégia global da EDP, empresa controladora da Investco e da Enerpeixe. Em 2021, o grupo EDP lançou seu novo posicionamento global de marca com a assinatura “Changing Tomorrow Now” – “Mudando hoje o amanhã”. A campanha reforça o compromisso da Companhia com a descarbonização do planeta, um objetivo que será cumprido através de um investimento acelerado em energias renováveis, redes inteligentes e soluções sustentáveis para os clientes e de um apoio contínuo à sociedade. O programa EDP nas Escolas também vem trabalhando, nos últimos dois anos, temas como biodiversidade e mudanças climáticas, reforçando a necessidade de trazer os desafios globais para as futuras gerações.

Leia Também:  Governo do Tocantins realiza mutirão de cirurgias eletivas no HGP

Histórico de bons resultados

O programa EDP nas Escolas, que completou 20 anos em 2021, está no Tocantins há 13 e visa a fortalecer a educação pública e contribuir para a melhoria da qualidade da vida estudantil em escolas municipais do Ensino Fundamental. Em duas décadas, a iniciativa já beneficiou 851 instituições de ensino, possibilitando melhorias para mais de 250 mil estudantes e quase 16 mil professores.

O programa é realizado em conjunto com as secretarias municipais de educação e promove ações durante o período letivo. O EDP nas Escolas está alinhado à BNCC – Base Nacional Comum Curricular e, segundo avaliação dos diretores escolares, contribui fortemente com o Desempenho Educacional, incentivando a leitura e a escrita e conscientizando a comunidade escolar para o respeito aos valores humanos.

“Acreditamos na educação como um dos pilares com maior potencial de transformar a sociedade. Chegamos aos 20 anos do EDP nas Escolas buscando contribuir com a formação de crianças e adolescentes, bem como auxiliar na melhoria dos indicadores de educação nessas instituições”, destaca Dominic Schmal, diretor do Instituto EDP.

Sobre o IEDP

Desde que foi fundado, em 2009, o Instituto EDP já investiu mais de R$ 150 milhões em projetos socioculturais que beneficiaram mais de 3,3 milhões de pessoas, em aproximadamente de 530 programas espalhados por todo o País. Somente em 2021, iniciativas apoiadas pela organização favoreceram mais de 354 mil brasileiros. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

Leia Também:  Jucetins realiza doação para Casa de Apoio Vera Lúcia

Sobre a Investco S.A.

A Investco S.A. é responsável pela operação e manutenção da UHE Lajeado. Com capacidade instalada de 902,5 MW, o empreendimento, construído no Rio Tocantins, opera a fio d’água. Está entre as 3 melhores hidrelétricas do Brasil segundo ranking da Aneel, e é referência em segurança e sustentabilidade, sendo certificada nas normas ISO 55001, ISO 9001, ISO 14001 e ISO 45001, que atestam sua excelência na gestão dos ativos; na qualidade dos serviços prestados; na gestão ambiental e na gestão da saúde e segurança do trabalho.

Sobre a Enerpeixe S.A.

A Enerpeixe S.A. é responsável pela operação e manutenção da Usina Hidrelétrica Peixe Angical. Com potência instalada de 498,75 MW, o empreendimento está localizado no Rio Tocantins, na região sul do estado do Tocantins. Além de certificada com a ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001, possui o Selo Ouro em Energia Sustentável, concedido pelo Instituto Acende Brasil/PricewaterhouseCoopers (PwC), e é a melhor hidrelétrica do Brasil no ranking da Aneel. Em 2019, a hidrelétrica recebeu pela nona vez o selo de ‘’Empresa Amiga da Criança’’, da Fundação Abrinq, que reconhece as organizações que realizam ações sociais para a promoção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Trabalho do MPTO para prevenção e combate às queimadas é destaque

Publicados

em

O procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior, coordenador do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma), representou o Ministério Público do Tocantins (MPTO) no lançamento oficial do programa Foco no Fogo 2022. O evento foi realizado nesta segunda-feira, 16, e visa orientar a população sobre educação ambiental com foco na prevenção de queimadas e incêndios florestais.

Durante o evento, foi destacado o trabalho do Caoma no monitoramento das queimadas e incêndios florestais, que apontou a redução de 51% de área queimada em imóveis rurais em 2021, no período mais crítico (julho a outubro), em comparação ao ano anterior, representando um avanço no controle e combate às queimadas irregulares.

“O Ministério Público tem atuado fortemente junto ao Comitê do Fogo, usando a tecnologia como aliada no monitoramento das unidades de conservação, terras indígenas e propriedades rurais no período mais crítico de incidência dos incêndios florestais. Com os dados, o MPTO realiza notificações, recomendações para o cuidado com o uso do fogo e alerta sobre as consequências da falta desses cuidados”, explicou o procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior.

Leia Também:  Entrega das chaves aos novos moradores do Recanto da Ilha acontece nesta quarta

O procurador de Justiça afirmou que como resultado do monitoramento feito pelo MPTO e o trabalho do programa Foco no Fogo, verificou-se uma redução no número de propriedades e a extensão da área queimada de 2020 para 2021. “Em 2020, 5.600 propriedades tiveram áreas queimadas, já em 2021 houve redução para 2.700. Resultado dos esforços dos integrantes do Comitê Estadual do Fogo e do trabalho do MPTO, por meio da sua Força-tarefa Ambiental e Promotorias de Justiça Regionais Ambientais”, ressaltou.

Foco no Fogo

 

O programa Foco no Fogo é realizado pelo Comitê Estadual de Prevenção e Controle às Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê do Fogo) que conta com a participação do MPTO e mais 31 instituições.

Durante o período de seca no Estado, o Comitê do Fogo, por meio do programa, realiza campanhas publicitárias, spots em rádios, ações educativas de prevenção a incêndios florestais, atividades voltadas a orientar, sensibilizar e conscientizar a população sobre prevenção, controle e combate às queimadas.

As ações têm como público-alvo agropecuaristas, empresários, munícipes e demais entes envolvidos com incêndios rurais no Tocantins.

Leia Também:  Palácio ganha iluminação em alusão a campanha Maio Amarelo
Fonte: MP TO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA