PALMAS

SEM ACORDO

Motoristas do transporte coletivo entram em greve e estações ficam lotadas

Publicado em

PALMAS

Greve foi deflagrada pelos motoristas após falta de acordo com as empresas de transporte coletivo municipal de Palmas

As estações e pontos de ônibus de Palmas amanheceram lotados na manhã desta segunda-feira (27), dias após motoristas do transporte público anunciarem uma greve. É que as linhas estão funcionando com quantidade de veículos reduzida e fazendo poucas paradas. Passageiros reclamam da demora para conseguir embarcar e vários pontos de aglomeração foram formados na estação Apinajé, no centro de Palmas.

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transportes Rodoviários e Operadores de Máquinas do Estado do Tocantins (Simtromet) informou que 50% do efetivo segue trabalhando e que a greve será por tempo indeterminado.

Os motoristas reivindicam melhores condições de trabalho. Um dos problemas apontados é a intrajornada. Segundo o Simtromet, os motoristas saem de casa de madrugada, trabalham durante toda a manhã, têm um intervalo de cinco horas no período vespertino e voltam ao expediente à noite, no horário de pico. Os trabalhadores também reclamam de atraso no reajuste salarial. Segundo o grupo, o valor deveria ser repassado aos funcionários desde o ano passado.

Leia Também:  Confira o que abre e fecha na rede de saúde de Palmas durante o feriado

A Prefeitura de Palmas e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Seturb) foram procurados pelo g1 para comentar a situação, mas ainda não se posicionaram.

Na estação Apinajé há tumultos. Usuários informaram à equipe da TV Anhanguera que alguns ônibus, como os da linha Eixão, estão demorando mais que o normal. Alguns veículos passam na estação já lotados e não param para que mais passageiros entrem.

Os usuários disseram que em alguns casos os motoristas não fazem as paradas solicitadas. Conforme depoimentos de passageiros, há casos de pessoas que precisam parar no plano diretor sul, mas só conseguem descer na estação Javaé, em Taquaralto.

A estação no sul de Palmas também está lotada. Os moradores que estão no local tentam entrar nos ônibus que param.

Além de possíveis atrasos no trabalho, a situação gera transtornos e aumenta o risco de contaminação pela Covid-19, já que as pessoas estão aglomeradas.

Equipes da Guarda Metropolitana de Palmas estão nas estações. Eles informaram que a movimentação atípica começou por volta de 4h.

Leia Também:  Governador garante que atendimentos no HGP vão continuar sem restrições
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PALMAS

Chá da tarde marca retorno de encontros presenciais de idosos do Cras Morada do Sol

Publicados

em


O Centro de Referência da Assistência Social Morada do Sol promoveu na última sexta-feira, 26, um chá da tarde para os idosos do Grupo Família Feliz do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O evento marcou a retomada dos encontros presenciais que estavam suspensos desde março de 2020 devido à pandemia de Covid-19.

“Foi uma tarde alegre, com muito bate-papo, palestra, cordel e muita interação. Já aproveitamos para saber o que os idosos esperam desta nova fase e alertamos a todos eles da importância de manter os cuidados sanitários contra o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid”, explicou a pedagoga do Cras, Kátia Cilene Siqueira.

A secretária do Desenvolvimento Social de Palmas, Patrícia do Amaral, também esteve presente e falou sobre o retorno. “O mais importante destes encontros é vê-los com essa alegria, essa disposição e esse carinho. Nós estamos voltando as atividades aos poucos, fazendo pequenos eventos como esse e sempre cumprindo as orientações sanitárias”, disse.

As amigas Josefa Silva, Roseri Ferraz e Hermínia Lopes aproveitaram o momento do lanche para colocar a conversa em dia. “Esse encontro de hoje foi tão bom que já estamos programando o que vamos trazer no próximo”, contou dona Hermínia.

Leia Também:  Prefeitura de Palmas promove duas ações de imunização no sábado, 16

O que é o SCFV

O SCFV é um serviço da Proteção Social Básica do Sistema Único da Assistência Social (Suas) que é ofertado de forma complementar ao trabalho social com famílias realizado por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (Paefi) promovendo capacitações, encontros e palestras com os usuários cadastrados.

Inscrições

Podem participar do SCFV crianças, adolescentes e idosos, além de outras pessoas inseridas no Cadastro Único. Para se inscrever basta ao usuário ir ao Cras, apresentar documentos pessoais, comprovante de endereço e solicitar o ingresso no SCFV.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA