PALMAS

PALMAS

Notificações de casos de dengue e chikungunya seguem em queda na Capital

Publicado em

O Monitoramento Semanal das Arboviroses, elaborado pela Secretaria Municipal da Saúde (Semus), aponta que as notificações de dengue e chikungunya estão em tendência de queda em Palmas. Os dados do boletim mostram que na última semana epidemiológica (24 a 30 de julho) 204 casos de dengue e 87 de chikungunya foram notificados como suspeitos. Na semana anterior (17 a 23 de julho), foram informados como suspeitos 220 casos de dengue (redução de 7,2%) e 115 de chikungunya (redução de 24,34%).

A notificação de casos suspeitos de zika vírus também sofreu redução em relação às duas semanas. O boletim mostra que na semana de 24 a 30 de julho foram notificados sete casos suspeitos, contra 18 na semana anterior (17 a 23 de julho). A redução é de 61,11% entre as duas semanas. Não há casos suspeitos para febre amarela registrados no período. Os dados são parciais e estão sujeitos a alterações.

Com a atualização das informações, o boletim mostra que Palmas soma, de 1º de janeiro ao dia 30 de julho deste ano, 20.338 notificações suspeitas para dengue, 4.960 para chikungunya e, ainda 747 para zika e sete para febre amarela.

Leia Também:  Tribunal de Contas emite nota de pesar por morte de jornalista

Do total de casos notificados como suspeitos durante o período, a Capital confirmou 9.724 casos de dengue e 1.906 para chikungunya. Há um diagnóstico positivo para zika vírus e nenhum caso confirmado de febre amarela.

Ano anteriores

Em relação ao mesmo período em 2021, a Capital investigava 2125 casos de dengue, 155 de chikungunya, 146 de zika vírus e quatro de febre amarela, sendo que foram confirmados 941 casos de dengue, 17 de chikungunya e nove de zika vírus. Não houve confirmação para as suspeitas de febre amarela.
 
Mais informações podem ser conferidas no boletim semanal das arboviroses.

Fonte: Prefeitura de Palmas

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

PALMAS

Prefeitura de Palmas prorroga pesquisa on-line do Plano de Mobibilidade

Published

on

Para aumentar a participação popular, a Prefeitura de Palmas prorrogou a consulta pública do Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob) que segue aberta até o dia 02 de setembro. A população palmense pode contribuir para uma mobilidade mais acessível e sustentável respondendo o questionário que está disponível no aplicativo Colab ou por meio deste link

A iniciativa é uma promoção da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu) e faz parte da fase de diagnóstico para levantamento estatístico das problemáticas nos eixos que integram o sistema de mobilidade urbana, além de servir também como base para as definições das futuras diretrizes prioritárias e melhorias nas diferentes formas de deslocamentos, seja a pé, por bicicleta, transporte público, dentre outras. 

A construção do Plano de Mobilidade é uma exigência do Governo Federal pela Lei de Nº 12.587/12 aos municípios brasileiros com população superior a 20 mil habitante, e abre caminho para os municípios receberem os investimentos na área. 

Desde o primeiro semestre deste ano, a Sesmu já fez diversas atividades que compõem o processo de construção do PlanMob, como a primeira audiência pública, realização de pesquisa de origem e destino, do sistema de transporte público e as discussões temáticas setoriais das reuniões técnicas.

Leia Também:  Palmas realiza etapa de projeto para diagnóstico da hanseníase

Fonte: Prefeitura de Palmas

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA