PALMAS

PALMAS

Palmas tem quatro óbitos por Covid-19 e registra 496 novos casos da doença

Publicado em

PALMAS


Nesta quinta-feira, 20, o Boletim Epidemiológico n° 653 informa 496 novos diagnósticos de Covid-19 em Palmas, dos quais 309 foram em mulheres e 187 em homens. Todos cumprem isolamento domiciliar. A Capital tem o registro de quatro óbitos pela enfermidade. 

As vítimas são dois homens e duas mulheres, com 64, 71, 82 e 85 anos. Apenas uma pessoa não tinha comorbidades. O restante sofria de doenças como cardiopatia, doença renal crônica, hipertensão arterial, diabetes e artrose. As mortes ocorreram entre os dias 27, 29 e 31 de dezembro do ano passado e 04 de janeiro deste ano.

Com a atualização, Palmas conta com 58.813 casos acumulados, sendo que 54.259 estão recuperados, 3.866 estão em tratamento e 688 foram a óbito. Acesse o boletim.

No município, 60 pessoas estão internadas por causas ligadas à Covid-19. A taxa de ocupação dos leitos gerais é de 50,8%, já a de leitos clínicos é de 36,0%, enquanto que a de UTIs é de 61,8%. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)  têm taxa de ocupação de 5,0% na UPA Sul e 20,0% na UPA Norte.

Leia Também:  Escola de Gestão Pública de Palmas passará por sanitização nesta sexta, 08

Vacinação

Em Palmas foram aplicadas 455.015 doses das vacinas contra a Covid-19, sendo 221.170 com a primeira dose, 191.090 com a segunda ou dose única, e 42.755 tomaram a de reforço.

Para acompanhar a evolução da imunização contra a Covid-19 em Palmas ou agendar a vacina, acesse o site Vacina Já.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PALMAS

Palmas 33 anos: desfile cívico e militar marca as festividades de aniversário da Capital

Publicados

em

Com o tema ‘Palmas para a Educação’ estudantes da rede municipal mostraram criatividade no desfile cívico e militar em comemoração aos 33 anos da Capital, realizado na tarde desta sexta-feira, 20, na Avenida D, Aureny III, região sul da cidade. O evento foi prestigiado por milhares de pessoas e pela prefeita Cinthia Ribeiro que passou em revista às tropas acompanhada de autoridades civis e militares.

Uma apresentação acrobática aérea, realizada pela Esquadrilha Fox, do Distrito Federal, movimentou todos os olhares para céu. As três aeronaves executaram manobras acrobáticas formando efeitos visuais pela fumaça que saía de cada uma delas.

As escolas municipais representaram temáticas presentes no ensino palmense. Desfilaram, cerca de 1.500 alunos de seis unidades educacionais da rede municipal, sendo elas, Escola de Tempo Integral (ETI) Caroline Campelo, ETI Eurídice Ferreira de Mello, ETI Margarida Lemos, ETI Padre Josimo, ETI Anísio Teixeira e ETI Almirante Tamandaré.

A prefeita Cinthia salientou que pensou numa programação que contemplasse todas as regiões da cidade. Acerca da programação escolhida para a região sul, ela destacou: “É uma alegria muito grande ver nossas escolas, as forças de segurança e demais instituições desfilando. Estou muito feliz.”

Leia Também:  Escola de Gestão Pública de Palmas passará por sanitização nesta sexta, 08

Os pais da pequena Vitória Naomi Dutra Vilhena, 6 anos, acompanhavam exultantes a apresentação da filha, estudante do 1º ano, da ETI Almirante Tamandaré. Vitória estava à frente do pelotão da escola sob o tema tecnologias, seguida pelos colegas. A mãe, Juliana Dutra, falou da emoção e expectativa da filha em participar do desfile, desde a confecção do uniforme de gala. Ela relata a emoção da família em ver o entusiasmo da filha de poder representar a sua escola, tal qual os primos, estudantes da unidade há mais tempo.

História

O desfile cívico e militar se tornou tradição sendo em 2022 o 16° evento realizado em comemoração ao aniversário da Capital. Procura-se com isso manter o costume, oportunizando aos estudantes e à comunidade a prática da cidadania, além de demonstrar a importância ato cívico, que alegra e emociona os participantes e o público em geral.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA