PALMAS

16 DIAS

Saúde realiza campanha pelo fim da violência contra as mulheres

Publicado em

PALMAS

Começa nesta quinta-feira, 25, e vai até o dia 10 de dezembro, a programação da Campanha Internacional ‘16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres’. Em Palmas, a equipe de profissionais da saúde, que atua no Núcleo de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes e Promoção da Saúde e Cultura de Paz (Nupav), em parceria com vários órgãos e entidades ligadas ao tema, promove, a partir das 8 horas, a ‘Carreata Nupav Mulher’, que pretende sensibilizar e conscientizar a população sobre a necessidade de erradicar a violência contra a mulher.

O ponto de partida da mobilização será em frente à sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), situada na Avenida Teotônio Segurado. Saindo da Semus, o percurso da Carreata segue em direção a Estação Xerente, passando pelo Aureny III, Aureny I, na Avenida I, até a Avenida Tocantins, em Taquaralto. De lá, o grupo faz o trajeto da Avenida Tocantins para JK e finaliza às 12 horas, no Parque dos Povos Indígenas.

A carreata contará com a participação de ativistas pelo fim da violência; representantes de vários órgãos públicos municipais, estaduais, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Ministério Público, Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), além de universidades, conselhos e representantes do meio religioso.

Leia Também:  Brigada Municipal ajudou a controlar fogo em pátio de veículos

Para a superintendente de Atenção Primária e Vigilância em Saúde de Palmas, Gilian Cristina Barbosa, a mobilização apoiada pela rede municipal de saúde da Capital é mais uma iniciativa para compartilhar conhecimento, buscando prevenir e combater a violência contra mulheres e meninas. “É mais uma oportunidade de reafirmarmos o compromisso da parceria e apoio junto à luta de todas as mulheres que sofrem vários tipos de violências, em especial enfatizando a discriminação, o preconceito e o racismo institucional e social”, cita a superintende, convidando a todos para participar da carreata.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PALMAS

Chá da tarde marca retorno de encontros presenciais de idosos do Cras Morada do Sol

Publicados

em


O Centro de Referência da Assistência Social Morada do Sol promoveu na última sexta-feira, 26, um chá da tarde para os idosos do Grupo Família Feliz do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O evento marcou a retomada dos encontros presenciais que estavam suspensos desde março de 2020 devido à pandemia de Covid-19.

“Foi uma tarde alegre, com muito bate-papo, palestra, cordel e muita interação. Já aproveitamos para saber o que os idosos esperam desta nova fase e alertamos a todos eles da importância de manter os cuidados sanitários contra o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid”, explicou a pedagoga do Cras, Kátia Cilene Siqueira.

A secretária do Desenvolvimento Social de Palmas, Patrícia do Amaral, também esteve presente e falou sobre o retorno. “O mais importante destes encontros é vê-los com essa alegria, essa disposição e esse carinho. Nós estamos voltando as atividades aos poucos, fazendo pequenos eventos como esse e sempre cumprindo as orientações sanitárias”, disse.

As amigas Josefa Silva, Roseri Ferraz e Hermínia Lopes aproveitaram o momento do lanche para colocar a conversa em dia. “Esse encontro de hoje foi tão bom que já estamos programando o que vamos trazer no próximo”, contou dona Hermínia.

Leia Também:  Ruas do Jardim Aureny IV recebem recapeamento asfáltico

O que é o SCFV

O SCFV é um serviço da Proteção Social Básica do Sistema Único da Assistência Social (Suas) que é ofertado de forma complementar ao trabalho social com famílias realizado por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (Paefi) promovendo capacitações, encontros e palestras com os usuários cadastrados.

Inscrições

Podem participar do SCFV crianças, adolescentes e idosos, além de outras pessoas inseridas no Cadastro Único. Para se inscrever basta ao usuário ir ao Cras, apresentar documentos pessoais, comprovante de endereço e solicitar o ingresso no SCFV.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA