PALMAS

PALMAS

Saúde visita salões de beleza da Capital para alertar sobre cuidados contra hepatites virais

Publicado em

Em Palmas, a  equipe da Coordenação Técnica das Doenças Infectocontagiosas da Secretaria Municipal da Saúde (Semus) visitou salões de beleza para alertar os profissionais do setor sobre o uso correto das ferramentas de trabalho para prevenir a transmissão das hepatites virais. A ação ocorreu nesta quarta-feira, 20, em quatro estabelecimentos da Capital. 

Segundo a biomédica da Coordenação Técnica das Doenças Infectocontagiosas , Jaqueline Parente, a visita faz parte da programação do Julho Amarelo, mês estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS) para a prevenção das hepatites virais, doenças que atingem o fígado, podendo ser silenciosas e não apresentarem nenhum sintoma. No entanto, podem também causar cirrose e câncer. 

Responsável por um dos estabelecimentos visitados pela equipe da Semus, Elimara Campos de Moraes avalia como importante a conscientização, considerando que muitas pessoas, com o passar dos anos, focaram muito no cuidado contra a Covid-19 e deixaram de lado a prevenção de outras doenças, caso das hepatites virais.

Programação

As ações de prevenção contra as hepatites continuam ao longo dessa semana. Na quinta-feira, 21, a equipe vai distribuir preservativos e orientar a população sobre as hepatites virais na Praia do Caju, das 15 às 18 horas, dentro da ação do +Saúde nas Férias. A mesma ação ocorre no próximo domingo, 24, na Praça do Bosque, das 16 às 20 horas; e no dia 31 de julho, domingo, as equipes se deslocam para o Parque Cesamar, das 16 às 20 horas.

Leia Também:  Obras avançam na nova ponte sobre o córrego Sussuapara na NS-3

Saiba mais

As hepatites são infecções que atingem o fígado, que podem ser silenciosas e não apresentar nenhum sintoma. No entanto, quando os sintomas são aparentes, podem surgir como cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Conheça os tipos de hepatites mais comuns.
 
O diagnóstico e o tratamento precoces das hepatites B e C podem evitar, dentre outras complicações, a evolução para cirrose ou câncer de fígado. Por isso, é tão importante fazer o exame. O diagnóstico das hepatites pode ser fechado nas Unidades de Saúde da Família (USFs) e também no Núcleo Henfil.

Texto: Semus/Palmas 

Edição: Secom/Palmas
 

Fonte: Prefeitura de Palmas

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

PALMAS

Prefeitura de Palmas concede adicional de insalubridade para mais três categorias profissionais

Published

on

A Prefeitura de Palmas concedeu adicional de insalubridade para biólogos, farmacêuticos/bioquímicos e condutores de ambulâncias das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades de Saúde da Família (USFs), profissionais vinculados à Secretaria Municipal da Saúde (Semus). A mudança está publicada no Decreto Nº 2.242, no Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira, 15, que altera o Decreto Nº 1.195/2016, que dispõe sobre o adicional. 

A adição de mais áreas foi feita por determinação da prefeita Cinthia Ribeiro à Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Humano de Palmas (Seplad), que realizou estudos de viabilidade orçamentária e financeira para instituir benefícios aos servidores da rede municipal de saúde da Capital. Saiba mais.  

Sobre o Decreto Nº 2.242, o secretário municipal da Saúde, Thiago Marconi, enfatizou que o Município tem trabalhado no dia a dia para valorizar os servidores e, por consequência, a população. “Estamos sempre trabalhando na valorização e no cumprimento do direito dos servidores, para que tenhamos melhores profissionais, a fim de que a população tenha sempre um melhor atendimento”, afirmou. 

Leia Também:  Estabelecimento é embargado por perturbação do sossego em Palmas

Conforme o novo decreto, para receber o benefício o servidor deve desenvolver as atividades permanentes com riscos ocupacionais no seu local de lotação. No caso dos farmacêuticos/bioquímicos, a concessão do adicional de insalubridade será apenas para serviços exclusivos de análises clínicas que envolvam os processos de coleta e processamento de amostras e/ou materiais biológicos no ambiente laboratorial.

Anteriormente, já recebiam o adicional biomédicos, enfermeiros, médicos, veterinários, odontólogos, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem, técnicos em laboratório de análises clínicas, auxiliares de consultório dentário, protético dentário e técnicos em radiologia; auxiliares de enfermagem, Agente Comunitário de Saúde (ACS), Agente de Combate às Endemias (ACE), Agente de Limpeza Urbana (ALU), bem como motoristas condutores da Unidade de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de unidade de transporte de pacientes para as sessões de hemodiálise.

O documento informa que o adicional será calculado sobre o vencimento base do cargo do servidor. Receberão o valor de 10%  servidores lotados nas USFs, policlínicas, centros de referências e especialidades, Henfil, Laboratório Municipal, CAPS II e AD III e Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses; têm direito a 20% de adicional os servidores lotados nas unidades de urgência e emergência;  e 40% os técnicos em radiologia e biólogos lotados na Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ) que executem atividades insalubres indicadas em Laudo Técnico. 
 

Leia Também:  Cinema e vinho está de volta com pré-estreia estreia do Festival Varilux

Fonte: Prefeitura de Palmas

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA