PALMAS

ONU

Policial Militar Tocantinense participará de missão especial da ONU

Publicado em

POLÍCIA

O tenente-coronel tocantinense Marcel Campelo, selecionado para realizar atividades militares para a manutenção e estabelecimento da paz mundial, foi recebido pela equipe do Governo do Tocantins na tarde desta quinta-feira, 2, no Palácio Araguaia. Ele é o único representante do Tocantins que segue para atividades de Missão de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Sudão do Sul, país que passa por conflitos políticos e sociais.

“Estou há 18 anos na Polícia Militar do Tocantins e é com muita satisfação que, após cumprir todas as etapas relacionadas ao processo de emprego e desdobramento da Missão de Paz da ONU, consegui a liberação para esse serviço especial”, disse o tenente-coronel ao ser recebido pelo governador Wanderlei Barbosa em seu gabinete.

O militar acredita ser um momento histórico para o Tocantins e que só está sendo possível graças à voluntariedade do Comando Geral da PM, que investiu e vem investindo pesadamente na formação do efetivo. “Também muito pela boa vontade do governador Wanderlei em entender que esse feito pode trazer para o Estado retorno em termo de cooperação e conhecimento, além da melhoria técnica para a Polícia Militar”, expressou.

Leia Também:  Conta de energia elétrica deve aumentar mais 17% em 2022

Na recepção do tenente-coronel, o governador Wanderlei Barbosa desejou triunfo em sua missão no Sudão do Sul. “Para nós, tocantinenses, esse momento será sempre lembrado. É uma honra ter alguém de nossa terra, do nosso povo, em um serviço tão importante quanto este prestado pelas Nações Unidas no país africano, que recentemente se tornou independente”, pontuou.

Processo seletivo

Selecionado em dezembro do ano passado, Marcel Campelo foi aprovado na Assessment for Mission Service – AMS (Avaliação para Serviço Missionário), da Divisão de Polícia (PD) do Departamento de Operações de Paz das Nações Unidas (DPO). A AMS é um procedimento operacional padrão que fornece instruções e orientação com o caráter de avaliar e selecionar policiais para missões políticas especiais.  Mais de 160 militares de inscreveram no processo, sendo 34 selecionados.

O processo seletivo contou com cinco fases eliminatórias (prova de língua estrangeira, prova direção, prova de tiro, entrevista oral e produção de relatório), os aprovados seguem para a fase de estágio, etapa que está sendo cumprida por Marcel Campelo no Rio de Janeiro até o dia 20 de maio. Com 38 anos de idade, o tenente-coronel tem 18 anos dedicados à Polícia Militar, sendo aluno da primeira turma de oficiais formados no Tocantins.

Leia Também:  Prefeito de Jaú do Tocantins é afastado por suspeita de fraudes de R$ 3 milhões

Sudão do Sul

O Sudão do Sul é atualmente o país mais novo do mundo e teve sua independência do Sudão decretada no ano de 2011. Por conta de inúmeros conflitos internos religiosos, o Sudão acabou fortalecendo a ideia de divisão, uma vez que o islamismo dominava a parte note do país se opondo a região sul, onde há muitos adeptos do cristianismo e religiões nativas africanas.

O governador Wanderlei Barbosa desejou triunfo na missão do tenente-coronel Marcel Campelo no continente africano – Tharson Lopes/Governo do Tocantins

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Assessoria da Polícia Militar que atua junto à Assembleia Legislativa do Tocantins, realiza 1° “Arraiá Sem Alteração”

Publicados

em

O “Arraiá Sem Alteração”, a primeira festa junina organizada pela Assessoria da  Polícia Militar que atua junto à Assembleia Legislativa do Tocantins, acontece nesta sexta-feira, 24 e deve reunir, além dos militares que exercem suas funções junto à Casa de Leis, o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Julio Manoel da Silva Neto,  diversas autoridades do Legislativo, Executivo e membros da comunidade Palmense.

O evento tem por objetivo, homenagear a cultura popular brasileira, através da junção de elementos culturais da região norte e nordeste, principalmente. Além disso, será uma oportunidade de reunir os servidores em um momento de interação e descontração.

Segundo o Chefe da AAL – Tenente-Coronel QOPM Wellder Messias Cavalcante, o evento é uma oportunidade de fortalecer laços de amizade.

“Este é o momento de se oportunizar aos militares e seus familiares momentos de interação, fortalecendo os laços de amizade e fomentando a tão indispensável camaradagem entre aqueles que atuam na proteção da sociedade, e para isso, nada melhor que uma data em que tradicionalmente, rende-se homenagem à cultura popular, especialmente ao homem sertanejo que tanto contribuiu para a construção do Tocantins”, Disse.

Leia Também:  Suspeito é preso por tráfico de drogas em Gurupi

Edição: Andressa Santos

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA