PALMAS

POLÍCIA

Concursos da Polícia Militar, CFO, CHOA, CHOAS E CHOM, são autorizados pelo Governo do Tocantins

Publicado em

Durante cerimônia realizada no Auditório da ATM, na manhã desta sexta-feira, 01 de julho, o governo do Tocantins autorizou a realização dos concursos internos e externos da Polícia Militar, contemplando o Curso de Habilitação de Oficiais da Administração (CHOA), Curso de Habilitação de Oficiais Músicos (CHOM) e Curso de Habilitação de Oficiais da Administração da Saúde (CHOAS), bem como o esperado Curso de Formação de Oficiais (CFO) que não acontece desde 2010, data do último ingresso de Oficiais Combatentes na PMTO.

O documento foi assinado na presença do Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel PM Julio Manoel da Silva Neto, do Chefe do Estado Maior da PMTO, Coronel PM Wesley Borges Costa e outras autoridades civis e militares, durante evento de balanço dos oito meses à frente do governo.

Os cursos de habilitação correspondem à principal forma de ascensão do quadro de praças policiais militares ao oficialato.

A Polícia Militar cuidará agora dos próximos passos do Concurso, realizando estudos do impacto financeiro, publicando Edital, selecionando banca e viabilizando as etapas do certame externo para o CFO.

Leia Também:  Polícia Militar prende meliante e recupera notebook roubado em Araguaína

Última formatura

Em outubro de 2021, Após quase quatro meses de curso, 800 horas/aulas e anos de luta, a Polícia Militar do Tocantins realizou a formatura de 218 novos Oficiais da Administração, Músicos e Administração da Saúde. No dia em que se comemora o aniversário do Tocantins, 5 de outubro, os militares ingressaram no oficialato da PMTO, um sonho realizado por cada um e pela PMTO.

A solenidade aconteceu na Ala Norte do Palácio Araguaia e o ato de promoção dos novos oficiais foi publicado em Diário Oficial na mesma data. Dos 220 inscritos, 218 alunos, sendo 216 da Polícia Militar e dois do Corpo de Bombeiros, concluíram os cursos com aproveitamento e foram promovidos ao posto de segundo tenente da Polícia Militar do Estado do Tocantins.

Reconhecimento

Em 2021, as provas dos cursos de (CHOA), (CHOM) e (CHOAS), só foram possíveis graças às alterações na lei de promoções da Polícia Militar do Estado do Tocantins, publicadas no Diário Oficial do Estado do Tocantins (DOE), de 31 de maio de 2021, por meio da Medida Provisória Número 10, que beneficiam a carreira policial militar. Essas mudanças possibilitam a ascensão do quadro de praças policiais da saúde ao quadro de Oficiais da saúde, mediante concurso interno, que até o momento alcançava apenas a graduação de subtenente.

Estiveram presentes no evento o Comandante-Geral da PMTO e o Chefe do Estado Maior da PMTO. – Ademir dos Anjos file_download

Leia Também:  PM recupera duas motos roubadas e um homem é detido em Araguaína

Assinatura do documento. – Ademir dos Anjos file_download

Fonte: Policia – GOV TO

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

Polícia Civil deflagra operação Absterge e desarticula organização criminosa que atuava no Tocantins e no Maranhão

Published

on

A Operação Absterge, que faz menção a limpeza ou purificação

Na manhã desta segunda-feira, 15, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), com apoio da Polícia Militar, Polícia Penal, Ministério Público Estadual do Tocantins e o Centro Tático Aéreo do Maranhão, deflagrou a Operação Absterge com o objetivo de desarticular uma facção criminosa do Maranhão que tentava se instalar em Augustinópolis e vinha cometendo crimes, entre eles, quatro homicídios, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Aproximadamente 100 policiais participaram da ação que visou cumprir um total de 43 mandados de prisão preventiva, prisão temporária e busca e apreensão nas cidades de Augustinópolis (TO), João Lisboa e São Luís, ambas no Maranhão. Os alvos já vinham sendo monitorados pela Polícia Civil há cerca de dois meses.

O delegado titular da 12ª Delegacia de Polícia Civil em Augustinópolis e coordenador da operação, Jacson Wutke, explicou que além do cumprimento de mandados, a Operação teve o objetivo de impedir que a facção criminosa do Maranhão se instalasse no município tocantinense.

Leia Também:  Ácido Sulfúrico cai da carga de caminhão e atinge a BR-153

“Hoje nosso principal objetivo é desarticular uma organização criminosa que buscava se enraizar aqui no município de Augustinópolis. Basicamente uma atuação voltada para o tráfico de drogas e homicídios. Até o momento 21 pessoas foram presas, eram 23 mandados de prisão, tivemos dois evadidos e um que acabou indo a óbito em razão de confronto com a polícia. Mas de um modo geral foi uma operação exitosa, tivemos grande apreensão de drogas e armas de fogo e outros objetos que vão ajudar a elucidar os crimes investigados pela Polícia Civil”, destacou o delegado.

Prisões

Do total de mandados, 23 eram de prisões, dos quais 21 foram cumpridos já que dois dos alvos conseguiram fugir antes da chegada da polícia.

Do total de presos, sete eram mulheres que estavam sendo investigadas por associação criminosa e tráfico de drogas.

Um menor de 16 anos também foi apreendido, apontado como integrante de facção criminosa. O adolescente tem longa ficha criminal envolvendo crimes como homicídio e ocultação de cadáver.

Leia Também:  Polícia Militar prende meliante e recupera notebook roubado em Araguaína

Tanto as mulheres como o adolescente foram encaminhados para a Central de Flagrantes em Araguatins para depois serem reconduzidos para as Unidades Prisionais.

Já os homens presos nesta operação foram conduzidos diretamente para o presídio de Augustinópolis.

A Operação Absterge, que faz menção a limpeza ou purificação, também acontece dentro do Presídio de Augustinópolis, no qual será realizada uma revista nas celas.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA