PALMAS

HOMICÍDIO

Indígena da etnia Krahô é condenado a 11 anos e 8 meses de prisão

Publicado em

POLÍCIA

Em sessão ocorrida nesta terça-feira, 26, o Tribunal do Júri condenou a 11 anos e oito meses de reclusão o indígena Maurílio Cawar Krahô pelo assassinato de Hilário Nhúytin Krahô. O crime ocorreu em novembro de 2013, em Itacajá, mas em razão da transferência do foro, o julgamento foi realizado em Guaraí.

Segundo denúncia do Ministério Público, Maurílio matou Hilário asfixiado e a motivação teria sido porque ele não aceitava o fato de sua mulher ter se casado com a vítima enquanto ele estava preso, também pelo assassinato de outro indígena.

Em atuação em plenário, o promotor de Justiça Adriano Zizza Romero sustentou a tese de homicídio qualificado por utilização de meio cruel (asfixia), reconhecida pelo conselho de sentença.

Maurílio encontra-se preso na cadeia pública de Araguacema.

Fonte: MP TO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura intensifica serviços de roçagem em todas as regiões da Capital
Propaganda

POLÍCIA

Ex-prefeito Ronaldo Dimas é alvo de operação da Polícia Federal por suspeita de fraudes

Publicados

em

A Polícia Federal realiza, na manhã desta quinta-feira (19), uma operação em nove cidades da região norte do Tocantins para investigar fraudes em contratos de transporte escolar e desvios milionário de dinheiro público. As irregularidades teriam acontecido entre os anos de 2013 e 2018. Os alvos estão ex-prefeitos, gestores públicos e servidores, entre eles o ex-prefeito e pré-candidato a governador Ronaldo Dimas (PL).

Um dos mandados de busca e apreensão está sendo cumprido na casa de Dimas, que procurado por nossa reportagem disse através de sua assessoria que “Os advogados do ex-prefeito estão acompanhando a operação e colaborando com as autoridades. Vamos nos manifestar assim que acabar essa fase da operação”.

Mandados de busca e apreensão são cumpridos em Araguaína, Araguatins, Babaçulândia, Filadélfia, Goiatins, Nova Olinda, Riachinho, São Bento e Xambioá.

A investigação aponta que os suspeitos teriam recebido propina em um esquema. Ao longo do dia devem ser cumpridos 70 mandados de busca e apreensão e cinco medidas de afastamento da função pública e proibição de acesso a órgãos públicos.

Leia Também:  No DF, governador revoga decreto de estado de calamidade pública
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA