PALMAS

CRIMES DE RESPONSABILIDADE

Comissão especial aprova relatório de impeachment contra Mauro Carlesse

Publicado em

Mauro Carlesse que está afastado pela Justiça até o dia 20 de abril, corre o risco de ser afastado novamente, desta vez pelo legislativo, por mais seis meses antes de ter votado o seu pedido de impechment e consequente afastamento definitivo

Os cinco deputados estaduais da comissão especial de impeachment votaram de forma unânime a favor do relatório apresentado pelo deputado Junior Geo (Pros) que aponta diversos crimes de responsabilidade que teriam sido cometidos pelo governador afastado Mauro Carlesse (PSL), como desvios de recursos no plano de saúde dos servidores públicos, troca de delegados para paralisar investigações e flagrante de drogas forjado contra desafeto.

Em seu voto Geo chamou atenção para a gravidade dos supostos crimes cometidos, em especial o flagrante forjado contra um homem devido a um problema conjugal entre o governador e sua então esposa. “A quantidade de provas juntadas pela Polícia Federal é farta”, afirmou Geo.

O deputado disse ainda que em relação aos supostos desvios de recursos do plano de saúde dos servidores o crime cometido seria de “assassinato”, uma vez que os prestadores de serviço teriam deixado de atender pacientes por falta de pagamento, pois os mesmos eram atrasados supostamente para forçar os empresários a pagar propina.

Relator do processo, deputado estadual Júnior Geo chamou a atenção para a gravidade das acusações contra Carlesse

Com a medida o relatório será encaminhado para o presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade (PSL), que deverá submeter o relatório ao plenário com os 24 deputados estaduais. Se o relatório for aprovado Carlesse será afastado do cargo de governador também pela Assembleia Legislativa até o julgamento definitivo do processo que poderá durar até seis meses.

Leia Também:  Assembleia Legislativa vai realizar sessão solene em homenagem as mulheres

Justiça

Carlesse já se encontra afastado do cargo até o dia 20 de abril pelo Superior Tribunal de Justiça. Nesta quinta, 03, ele ainda impetrou um pedido de liminar no Tribunal de Justiça para tentar suspender a votação da sessão da comissão especial que votaria o relatório, mas foi negada.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Eleição

Wanderlei Barbosa registra candidatura à reeleição como governador do Tocantins

Published

on

Ao lado de apoiadores e candidatos, o Governador e candidato à reeleição, Wanderlei Barbosa (Republicanos), realizou o registro da sua candidatura ao governo do Estado nesta sexta-feira, 12, às 17 horas, no protocolo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Palmas.

A chapa de Wanderlei conta com candidatos a deputado estadual, federal e a candidata ao Senado, Professora Dorinha. Laurez Moreira é o candidato a vice-governador. A chapa majoritária é composta pelos partidos Republicanos, União Brasil, PDT, Solidariedade, Cidadania, Patriota, PTB e PSB.

O governador gravou com o Folha Capital, falou sobre projetos de governo, articulações da campanha, e quando questionado sobre a chance de ganhar para mais um mandato, afirmou que está preparado.

Você confere a reportagem completa abaixo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pela primeira vez como governador Mauro Carlesse cumpre agenda em Gurupi
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA