PALMAS

POLÍTICA

Deputados afirmam que greve vai prejudicar toda população

Zé Roberto (PT) criticou o Governo por não evitar a paralisação, para ele o Executivo tem demonstrado incapacidade de negociação.

Publicado em

A greve dos servidores do Executivo iniciada nesta terça-feira, 9, foi o tema dos pronunciamentos dos deputados na sessão plenária do mesmo dia. Primeiro a abordar o assunto, o parlamentar Zé Roberto (PT) criticou o Governo por não evitar a paralisação. “Todos sabemos das dificuldades do Estado para cumprir seus compromissos financeiros proveniente de várias atitudes do passado, mas o Governo tem que ter capacidade de resolver os problemas dos servidores que acabam de entrar em uma greve que vai prejudicar toda população”, disse o petista.

Conforme observou Zé Roberto, o Executivo tem demonstrado incapacidade de negociação. Para ele, a saída consiste em definir uma linha plausível de entendimento para não deixar que a greve perdure e dificulte ainda mais a vida dos servidores e da população.

Zé Roberto e o deputado Elenil da Penha (PMDB) sugeriram que o governador Marcelo Miranda (PMDB) resolva pessoalmente o problema, ao invés de delegar a negociação para secretários, e assim não deixe que o Estado se torne ainda mais inviável. Elenil destacou que os deputados podem ajudar como mediadores do diálogo.

Leia Também:  Fernando Baiano lança sua pré-candidatura a vereador de Palmas

A líder do Governo na Assembleia, deputada Valderez Castelo Branco (PP), afirmou que o Executivo não deixou de dialogar em nenhum momento com os servidores. Ela mencionou que a condição financeira dos estados está muito ruim e destacou ainda que o Tocantins é uma das poucas unidades da federação que paga os servidores no dia 10 de cada mês. “Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Roraima, entre outros já estão atrasando os pagamentos e quase nenhum está pagando a data-base desde 2015”, destacou.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍTICA

Inscrições para cursos preparatórios se encerram nesta sexta-feira

Published

on

A Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) segue até sexta-feira, 19, com inscrições abertas para os cursos preparatórios ao Enem (presencial) e concursos públicos e pré-vestibular (online). As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 22.

Para inscrever-se no cursinho ao Enem, o interessado precisa procurar a Escola do Legislativo, no prédio da Assembleia, no período matutino. Já na modalidade EaD (Ensino à Distância), as inscrições poderão ser feitas até o próximo dia 19, pela plataforma www.escolalegto.com.br.

Na plataforma digital de ensino à distância, a Escola do Legislativo está disponibilizando vagas para 11 (onze) cursos totalmente gratuitos, com destaque aos cursos preparatórios para pré-vestibular, 130 vagas, e 80 vagas para concurso público.

Já para o curso presencial preparatório ao Enem em Palmas, são 180 vagas. Neste ano, a Escola do Legislativo vai ofertar também vagas para o curso presencial na cidade de Gurupi. As inscrições se encerram nesta sexta-feira, 19.

Atualmente, estão matriculados 1.100 alunos de 60 municípios do Tocantins. A iniciativa conta com a parceria das câmaras municipais, que são multiplicadoras nas comunidades e sempre buscaram apoio do Parlamento para capacitações e cursos de aperfeiçoamento.

Leia Também:  Dep. Vicentinho Jr e Sen. Vicentinho Alves conseguem liberação de R$ 77 milhões para o programa Luz Para Todos

Egressos

O estudante de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Yuri Lipi, foi um dos alunos que fizeram o cursinho, e fez questão de motivar outros jovens em suas redes sociais. “Façam este curso, que é sucesso; passei para Jornalismo através dele, sem contar que os professores são os mesmos dos cursinhos particulares. Tudo grátis!”.

Ex-aluno do curso preparatório da Escola, Junio Souza também aprovou os resultados. “Eu indico: os melhores professores da capital estão dando aula lá. E outra coisa: é aberto ao público, então não perca essa oportunidade!”.

Geovanna também compartilhou em suas redes sociais as vantagens de fazer o curso. “Foi o cursinho gratuito que fiz durante uns meses antes da pandemia; grandes professores da rede particular deram aula lá. Portanto, indico a quem não tem condições de custear um privado”.

Fonte: Assembleia Legislativa do TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA