PALMAS

POLÍTICA

Em seminário PSB E PCdoB propõe gestão com foco no cidadão

Amastha frisou que grande parte do sucesso da gestão atual se deve ao time do PCdoB que compõe o secretariado da Capital.

Publicado em

Pensar a cidade como um todo com foco nas pessoas e sem bandeiras partidárias. Esse é objetivo da gestão do Partido Socialista Brasileiro (PSB) do prefeito Carlos Amastha que à frente da Prefeitura de Palmas tem buscado alianças com líderes políticos que compartilham da mesma visão: que a cidade e os cidadãos estão acima de interesses políticos. Foi este tema que Amastha abordou durante seu pronunciamento na abertura do seminário “Cidades mais humanas – Construindo hoje a Palmas de amanhã”, realizado pela Fundação Maurício Grabois, ligado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), com o objetivo de contribuir com ideias para o Plano de Governo Amastha 2017-2020.                                                                                                   

Amastha frisou que grande parte do sucesso da gestão atual se deve ao time do PCdoB que compõe o secretariado da Capital. “Principalmente pela quebra de paradigmas nas áreas de Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente, Saúde, Educação e Segurança, nas quais  o PCdoB trouxe pessoas com perfil técnico e dispostas a trabalhar pela cidade e é  por isso que PCdob em Palmas é uma referência Nacional”, enfatizou Amastha citando avanços das pastas comandadas por Germana Pires, Danilo de Melo, Nésio Fernandes e Francisco Viana.

Leia Também:  Lula deve ser condenado, mas não deve ser preso, afirmam juristas

 

O gestor reiterou que Palmas hoje tem um projeto de gestão a longo prazo. “Temos projetos para os próximos 50 anos, isso é pensar a cidade para as futuras gerações. Queremos unir a cidade, acabar com a especulação imobiliária para que as propriedades cumpram sua função social. Ao executarmos os grandes devedores, vamos claro, cumprir o constitucional repassando recursos para Saúde e Educação e o restante vamos investir no Plano Habitacional que será referência para o País”, disse Amastha ao exemplificar as ações em prol do desenvolvimento urbano local.

 

O palestrante da noite foi Inácio Arruda que atualmente é secretário de Ciência e Tecnologia do Ceará, mas já foi senador e deputado federal e autor do Projeto de Lei que originou o Estatuto da Cidade. Arruda falou das dificuldades em construir a Estatuto das Cidades e incentivou aos presentes a usar tanto o Estatuto quanto às leis que se originaram seguindo as diretrizes do mesmo, para promover as mudanças que a cidade precisa. “Do ponto de vista legal, todos esses instrumentos são difíceis de implantar, mas são verdadeiras armas de transformação social nas mãos de gestores honestos e honrados que desejam uma cidade mais humana. É uma legislação muito forte que para ser implementada é preciso ter uma forte mobilização social capaz de cobrar e exigir que seja posta em prática permitindo que se chegue perto de uma cidade mais humana”, ressaltou Arruda.

Leia Também:  Governador Mauro Carlesse lança programa de regularização fundiária “Essa Terra é Nossa” na próxima terça, 17

 

Considerações

O professor Márcio da Silveira falou da necessidade de dar continuidade ao projeto atual com foco na humanização. “Palmas evoluiu muito e não podemos deixar esse projeto ir embora. Esse grupo do PCdoB que compôs a gestão, além de ter a capacidade técnica, teve a visão humana. Tem um ditado que diz que time que está ganhando não se mexe. Eu digo que time que está ganhando deve se mexer para melhor e o caminho é humanizar mais”, disse.

 

O médico Walter Balestra enalteceu as intervenções feitas no trânsito que contribuíram para menos acidentes na cidade. “Chegamos a quase 90% na redução de acidentados nos hospitais devido à fiscalização no trânsito. Se todo mundo andar na velocidade indicada para a via, não haverá multa e nem acidentes. A cidade tem que ser pensada para as pessoas e não para os carros”, enfatizou.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

Eleição

Wanderlei Barbosa registra candidatura à reeleição como governador do Tocantins

Published

on

Ao lado de apoiadores e candidatos, o Governador e candidato à reeleição, Wanderlei Barbosa (Republicanos), realizou o registro da sua candidatura ao governo do Estado nesta sexta-feira, 12, às 17 horas, no protocolo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Palmas.

A chapa de Wanderlei conta com candidatos a deputado estadual, federal e a candidata ao Senado, Professora Dorinha. Laurez Moreira é o candidato a vice-governador. A chapa majoritária é composta pelos partidos Republicanos, União Brasil, PDT, Solidariedade, Cidadania, Patriota, PTB e PSB.

O governador gravou com o Folha Capital, falou sobre projetos de governo, articulações da campanha, e quando questionado sobre a chance de ganhar para mais um mandato, afirmou que está preparado.

Você confere a reportagem completa abaixo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Em 6 anos dívidas do Estado com empréstimos somam mais de R$ 5 bilhões
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA