PALMAS

POLÍTICA

Justiça determina suspensão de programa eleitoral de Zé Roberto

Propaganda tentou ligar prefeitura ao caos no hospital, mas juiz diz que cabe ao governo do Estado a administração da unidade de saúde.

Publicado em

A Justiça Eleitoral suspendeu o programa eleitoral do deputado estadual Zé Roberto (PT), candidato a prefeito de Palmas. Ao falar sobre problemas na saúde pública, o petista fez uma montagem indicando que a atual gestão da Prefeitura seria responsável pela administração do HGP (Hospital Geral de Palmas), informação totalmente falsa. “É cediço, que a responsabilidade da Administração do HGP, tendo sucesso ou não, é do Estado do Tocantins”, ressalto o juiz Luiz Astolfo de Deus Amorim na sua decisão, da 29ª Zona Eleitoral, expedida na trade desta quarta-feira, 14 de setembro.

 

A decisão do juiz atendeu representação da coligação “Palmas Bem Cuidada”, do prefeito e candidato à reeleição Carlos Amastha (PSB). Embora tenha mostrado imagens do HGP durante a sua propaganda, em momento algum Zé Roberto citou o governo do Estado ou atribuiu qualquer responsabilidade à Secretaria Estadual de Saúde, pasta que faz a gestão do HGP.

 

Na Assembleia Legislativa, Zé Roberto é aliado do governador Marcelo Miranda (PMDB) e costuma votar favorável aos projetos do governo, inclusive ajudando a aprovar o polêmico pacotaço de aumento de impostos, em setembro do ano passado.

Leia Também:  Prefeitura exonera mais de 1.000 servidores e secretários ligados a Carlos Amastha

 

Na decisão desta quarta-feira, o juiz entendeu que o petista utilizou de artifícios expressamente vedados pela legislação eleitoral. “Em análise preliminar, as alegações e as provas colacionadas pelos representantes trazem a configuração, em tese, de violação ao artigo 54 da Lei n.º 9.504/97, especialmente quando as imagens dos corredores do HGP, mostrando a situação dos pacientes ali atendidos, sob a narrativa relativa à situação da saúde de Palmas, portanto, configura trucagem ou montagem, vez que leva à conclusão de que a responsabilidade pela gestão do HGP seria do Município de Palmas-TO, portanto, do candidato/representante, já que é o atual prefeito, fato que não corresponde à realidade”, destaca o magistrado.

 

Para o advogado Leandro Manzano, o truque usado pelo candidato desrespeita a inteligência do eleitor. “O candidato se utilizou de recursos vedados com o intuito de atribuir à Prefeitura de Palmas um problema que não é dela. O hospital é estadual e o juiz deixou isso bem claro”, frisou.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍTICA

Inscrições para cursos preparatórios se encerram nesta sexta-feira

Published

on

A Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) segue até sexta-feira, 19, com inscrições abertas para os cursos preparatórios ao Enem (presencial) e concursos públicos e pré-vestibular (online). As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 22.

Para inscrever-se no cursinho ao Enem, o interessado precisa procurar a Escola do Legislativo, no prédio da Assembleia, no período matutino. Já na modalidade EaD (Ensino à Distância), as inscrições poderão ser feitas até o próximo dia 19, pela plataforma www.escolalegto.com.br.

Na plataforma digital de ensino à distância, a Escola do Legislativo está disponibilizando vagas para 11 (onze) cursos totalmente gratuitos, com destaque aos cursos preparatórios para pré-vestibular, 130 vagas, e 80 vagas para concurso público.

Já para o curso presencial preparatório ao Enem em Palmas, são 180 vagas. Neste ano, a Escola do Legislativo vai ofertar também vagas para o curso presencial na cidade de Gurupi. As inscrições se encerram nesta sexta-feira, 19.

Atualmente, estão matriculados 1.100 alunos de 60 municípios do Tocantins. A iniciativa conta com a parceria das câmaras municipais, que são multiplicadoras nas comunidades e sempre buscaram apoio do Parlamento para capacitações e cursos de aperfeiçoamento.

Leia Também:  Líder da prefeita Fátima em Guaraí deixa bloco de apoio e se declara independente

Egressos

O estudante de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Yuri Lipi, foi um dos alunos que fizeram o cursinho, e fez questão de motivar outros jovens em suas redes sociais. “Façam este curso, que é sucesso; passei para Jornalismo através dele, sem contar que os professores são os mesmos dos cursinhos particulares. Tudo grátis!”.

Ex-aluno do curso preparatório da Escola, Junio Souza também aprovou os resultados. “Eu indico: os melhores professores da capital estão dando aula lá. E outra coisa: é aberto ao público, então não perca essa oportunidade!”.

Geovanna também compartilhou em suas redes sociais as vantagens de fazer o curso. “Foi o cursinho gratuito que fiz durante uns meses antes da pandemia; grandes professores da rede particular deram aula lá. Portanto, indico a quem não tem condições de custear um privado”.

Fonte: Assembleia Legislativa do TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA