PALMAS

POLÍTICA

Zezim é contra o BRT e quer valorizar os professores

Candidato a vereador afirma que o que a população precisa é de melhorias nas estações de ônibus e maior quantidade de linhas.

Publicado em

José Antônio Wolfe (PSOL), mais conhecido como ZEZIM MOTOS, tem 44 anos, natural do município de Xanxerê, Santa Catarina. Está em Palmas desde 1993, e essa é a sua primeira vez a disputar um cargo na política. Trabalha na área profissionalizante, levando cursos e treinamentos gratuitos à vários bairros de Palmas, como Taquari, Lago Sul, Buritirana, Aurenys, Arnos, etc.  Já atuou em algumas instituições de ensino como, SENAI, SENAC e SEST SENAT. E também pretende estender esses cursos profissionalizantes para os detentos, permitindo novas oportunidades, assim, auxiliando-os na construção de uma nova vida de forma digna.  O candidato não concorda com quaisquer coligações duvidosas. Para ele, devido a ações criminosas de certos partidos as considera como a formalização de uma máfia organizada. 
 
 
FOLHA CAPITAL – Porque o senhor resolveu se candidatar?
ZEZIM – Recebi convite de vários partidos, a princípio houve receio, pois eu estava indignado com certas coisas relacionadas a política. Então, decidi participar de reuniões, conversar com pessoas mais experientes, para entender o que estava acontecendo e obter mais experiência sobre o assunto. Acredito que, para a pessoa colocar seu nome à disposição de um cargo público, não precisa ser intelectual ou ter várias formações superiores, ela precisa ter conhecimento de causa sobre a necessidade real das pessoas, ter capacidade para desenvolver projetos e um passado limpo, pois nosso passado fala quem nós somos. 
 
 
Como o senhor avalia a atual gestão municipal?
Eu vejo que essa gestão não anda alinhada com a necessidade da população. Há uma certa hipocrisia, pois muito se fala em beneficiar os pequenos e, no entanto, empresários para sobreviver devem criar táticas de burlar algum imposto ou sugar o suor de seus colaboradores. O morador humilde mal da conta de um cuscuz no café da manhã e algumas vezes essa refeição se repete no almoço e jantar. Praticamente 80% dos motoristas de Palmas foram multados, grande parte pouco acima do limite de velocidade. E isso deve ser repensado, pois não vejo justiça tendo que pagar tanto por tão pouco benefício. A atual gestão dá a impressão de querer fazer de Palmas a casa dele empurrando uma cultura goela abaixo, uma cultura pode “deve” ser mudada para melhor, no entanto de uma forma que não penalize as pessoas mais humildes, pois estes são os que não tem culpa da leviandade das autoridades que estão levando o Brasil ao caos.  
 
 
Quais são suas estratégias de campanha?
Nossa campanha é de um contra um milhão praticamente. Estamos contando com a mídia autêntica, para passar uma ideia reta do que nós pretendemos fazer, pois é a melhor forma das pessoas verem o que temos a oferecer, assim pessoas de bem abraçarão nossa causa em prol de benefícios para a comunidade. Devido ao nosso baixo potencial financeiro pretendemos fazer visitas porem serão limitadas, vamos utilizar muitíssimo as redes sociais como WhatsApp e facebook, também reforçar técnicas persuasivas junto a nossos apoiadores. 
 
 
O senhor é contra ou a favor do BRT? 
É muito investimento para um momento inapropriado. Acredito que será importante algo desse nível daqui a aproximadamente 10 anos, com uma população com demanda maior, mas agora não concordo. O que temos notado e ouvido é que, os ônibus estão superlotados, falta banheiro nas estações e a climatização que foi proposta na campanha passada não existe. Isso é um absurdo! Falta estrutura, precisa e pode ser melhorado, e não é necessário um investimento tão alto para realizar isso.
 
 
Para a climatização temos um projeto desenvolvendo umidificadores com materiais reciclados, “seria perfeito” pois tem um baixo custo além de pouco consumo de energia. Esse modelo poderá ser usado na climatização de escolas e muitas outras opções.
 
 
Na mobilidade urbana a motocicleta é o meio de transporte mais preciso, no entanto os custos com documentos são altíssimos além dos riscos, precisamos desenvolver projetos que facilitem a vida do motociclista e profissionais da área! Já temos algo nessa direção. 
 
 
Pretendemos, “na esfera municipal” desenvolver um projeto que não penalize o proprietário de veículo que esteja com documento atrasado. Particularmente não acho justo um cidadão ter seu veículo apreendido por falta de pagamento do documento sendo que o veículo esteja em seu nome, eu pretendo defender esse direito, pois considero um direito.
 
Quais são seus projetos voltados para a área da Educação?
Pretendemos colocar o professor no lugar de fato como uma autoridade. Vai hoje em uma escola pública e observe a figura do professor, ele não tem nenhuma autoridade, na maioria das vezes ainda é intimidado. Oferecer capacitação principalmente na área psicossocial para os nossos educadores e comunidade, para incentivar, valorizar e reconhecer a profissão, que é digna e necessária para o desenvolvimento de Palmas e do Brasil, exemplo maior é Japão, China, países que são considerados de primeiro mundo, mas para isso investiram primeiramente na Educação. Na parte financeira, também pretendemos colocar realmente os 30% do PIB na educação. Isso já deveria estar sendo aplicado, mas acredito que não é, assim podemos favorecer o profissional financeiramente. Sugerir projetos a serem desenvolvidos fora do ambiente escolar e dar suporte para que os mesmos sejam realizados envolvendo a Comunidade Escolar. Falam muito sobre o bem-estar da criança e do adolescente, mas é praticamente impossível conquistar essa qualidade se os pais não estiverem bem preparados. É importante desenvolver um curso de capacitação para pais.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STF arquiva inquérito de investigação contra ex-governador Gaguim
Advertisement

POLÍTICA

Inscrições para cursos preparatórios se encerram nesta sexta-feira

Published

on

A Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) segue até sexta-feira, 19, com inscrições abertas para os cursos preparatórios ao Enem (presencial) e concursos públicos e pré-vestibular (online). As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 22.

Para inscrever-se no cursinho ao Enem, o interessado precisa procurar a Escola do Legislativo, no prédio da Assembleia, no período matutino. Já na modalidade EaD (Ensino à Distância), as inscrições poderão ser feitas até o próximo dia 19, pela plataforma www.escolalegto.com.br.

Na plataforma digital de ensino à distância, a Escola do Legislativo está disponibilizando vagas para 11 (onze) cursos totalmente gratuitos, com destaque aos cursos preparatórios para pré-vestibular, 130 vagas, e 80 vagas para concurso público.

Já para o curso presencial preparatório ao Enem em Palmas, são 180 vagas. Neste ano, a Escola do Legislativo vai ofertar também vagas para o curso presencial na cidade de Gurupi. As inscrições se encerram nesta sexta-feira, 19.

Atualmente, estão matriculados 1.100 alunos de 60 municípios do Tocantins. A iniciativa conta com a parceria das câmaras municipais, que são multiplicadoras nas comunidades e sempre buscaram apoio do Parlamento para capacitações e cursos de aperfeiçoamento.

Leia Também:  Luana Ribeiro apresenta PL que incentiva Programa Jovem Empreendedor

Egressos

O estudante de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Yuri Lipi, foi um dos alunos que fizeram o cursinho, e fez questão de motivar outros jovens em suas redes sociais. “Façam este curso, que é sucesso; passei para Jornalismo através dele, sem contar que os professores são os mesmos dos cursinhos particulares. Tudo grátis!”.

Ex-aluno do curso preparatório da Escola, Junio Souza também aprovou os resultados. “Eu indico: os melhores professores da capital estão dando aula lá. E outra coisa: é aberto ao público, então não perca essa oportunidade!”.

Geovanna também compartilhou em suas redes sociais as vantagens de fazer o curso. “Foi o cursinho gratuito que fiz durante uns meses antes da pandemia; grandes professores da rede particular deram aula lá. Portanto, indico a quem não tem condições de custear um privado”.

Fonte: Assembleia Legislativa do TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA