As interações entre os medicamentos e os alimentos

Alimentos e medicamentos.
As dúvidas são muitas quando o assunto é interação medicamentosa, Alguns alimentos influenciam de forma direta, seja positivamente ou negativamente na ação dos medicamentos. Estudos recentes da Academia Americana de mostrou como remédio e comida podem gerar boas e más combinações. 
A interação medicamento-alimento é definida como uma alteração da cinética ou da dinâmica de um medicamento ou alimento, ou ainda, o comprometimento do estado nutricional por conta do uso de um medicamento, o que inclui a absorção, distribuição, metabolismo e excreção.
Por exemplo, é preciso ter atenção quem faz uso de um tipo de antidepressivo, a pessoa não pode tomar vinho, não apenas por causa do álcool, mas por haver um componente na uva que aumenta as reações adversas do antidepressivo sobre o sistema cardiovascular.
No entanto é importante lembrar que a ingestão de medicamentos logo após a pessoa ter se alimentado ajuda a diminuir os efeitos colaterais, que podem provocar doenças digestivas.
Mas é muito importante que o paciente possa  ler cuidadosamente a bula dos medicamentos, onde vai encontrar informações importantes para o tratamento. Com isso, ele saberá quais as reações e os sintomas produzidos com a utilização dos remédios. Se tiver dúvida, deve procurar orientação com o especialista. Uma conversa com o médico ou o farmacêutico pode ajudar muito nos resultados esperados e evitar problemas.

FAÇA SEU COMENTÁRIO