A importância do cuidado farmacêutico inclusivo

Todos os profissionais da saúde precisam ter esse olhar humanizado e acolhedor.
A cada dia a sociedade tem percebido a importância  da inserção do profissional farmacêutico nas mais diversas áreas. Recentemente o Conselho Federal de Farmácia (CFF) aprovou uma resolução que estabelece as diretrizes para o cuidado farmacêutico às pessoas com deficiência. 
 
A ideia  é fazer com que os farmacêuticos de todo o país, participem do processo de inclusão pelo acesso à saúde integral, sem exceção. Este é o primeiro conselho de classe que atenta para a urgência da atuação profissional para pessoas com deficiência, principalmente aqueles que fazem o uso de polimedicação, ou tratamentos que demandem tempo ou até mesmo uma assistência farmacêutica presente e efetiva. 
 
É notória  a necessidade do farmacêutico por exemplo a quem tem dificuldades de audição, visão,  além de outras limitações. Existe  um papel importante no cuidado à saúde, e esse profissional precisa ser sensibilizado e entender que existe  uma verdadeira missão de realizar um atendimento, totalmente  inclusivo, que faça a diferença na vida de todas as pessoas da melhor forma possível. 
 
Todos os profissionais da saúde precisam ter esse olhar humanizado e acolhedor de forma que o mundo passe por um processo de transformação em que as pessoas independente de suas habilidades vivam em harmonia e com total bem estar.

FAÇA SEU COMENTÁRIO