Saiba os cuidados necessários contra o Aedes Aegypty

Entre 50 milhões e 100 milhões de pessoas são infectadas anualmente em mais de 100 países

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é estimado que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com dengue em mais de 100 países.

Com o período chuvoso e de muito calor, os casos tendem a aumentar se a população não fizer a parte que lhe cabe, que seria acabar com recipientes de água parada que se tornam criadores da dengue.

Dengue é uma doença infecciosa causada pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti. Não tem tratamento específico para a infecção, e os sintomas começam com febre alta e dores no corpo, se não cuidada pode levar a morte.

Segundo s Secretaria Municipal de Saúde de Palmas (Semus), só nas três primeiras semanas do ano houve a notificação de 1.316 casos suspeitos de dengue. Em 2.018 no mesmo período haviam sido registradas 145 notificações. Desses 1.316 casos suspeitos 62 foram confirmados.

Um caso que repercutiu bastante, foi a morte de uma criança de apenas cinco anos Felipe Duarte Cerqueira, que ocorreu em um hospital particular em Palmas. Os casos confirmados de morte por suspeita de dengue hemorrágica estão sendo investigados.

A prefeitura de Palmas vem intensificando a conscientização da população para diminuir as ocorrências da dengue na capital. Por esse motivo ampliou à vigilância com relação a proliferação do mosquito causador da doença.

Em conjunto as Secretarias de Saúde e Infraestrutura da capital, criaram uma força tarefa para percorrer todas as regiões do município. Vale lembrar que 88% dos focos do mosquito-da-dengue estão dentro das residências, é de suma importância que a população se envolva no combate à dengue. Até agora 40 mil imóveis já foram vistoriados pelos agentes de combate a endemias.

Equipes da unidade de vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ) e da Vigilância Sanitária estão passando também em cada um dos comércios para vistoriar, eliminar os focos e orientar os donos dos estabelecimentos.

Para proteger sua família e evitar a doença, ajude fazendo a prevenção da doença com essas dicas simples:
• evite o acumulo de água jogando fora pneus velhos,
• virando garrafas de boca para baixo,
• lave regularmente a vasilha de água do seu bichinho de estimação,
• mantenha as caixas d’água e cisternas fechadas,
• coloque telas nas janelas e portas,
• coloque areia nos pratos das plantas,
• limpe as calhas,
• coloque desinfetante ou água sanitária nos ralos, principalmente nos externos,
• use repelente.

Tomando essas medidas você previne a doença combatendo a proliferação do mosquito.
Se você identificar alguns desses sintomas, como:
• febre alta entre 39° a 40°C subitamente,
• dor de cabeça,
• dor atrás dos olhos,
• manchas pelo corpo normalmente com coceiras,
• moleza e dor no corpo,
• cansaço extremo,
• náuseas e vômitos,
• perda de apetite e paladar.

Procure imediatamente o médico e evite automedicações. Vamos unir nossos esforços no combate contra o mosquito-da-dengue, e conte sempre com minha ajuda Sua Conselheira Federal de Farmácia pelo Tocantins.

FAÇA SEU COMENTÁRIO