Prática de esporte pode ser o melhor remédio

Sediar os Jogos Escolares da Juventude nas etapas regionais, foi uma honra para Palmas, em parceria com o Ministério do Esporte e o Grupo Globo

Com competidores vindos dos estados do Norte do Brasil, além do Distrito Federal e Mato Grosso, Palmas foi sede dos Jogos Escolares Da Juventude que ocorreram entre os dias 11 a 15 de setembro.

Palmas foi escolhida para sediar os jogos, por ser destaque nacional na área da saúde e prevenção. A cidade é ainda considerada a capital brasileira com a menor taxa de obesidade, excesso de peso e hipertensão. Com a natureza exuberante a seu favor, a população tem sido estimulada a ocupar os espaços públicos verdes, para suas atividades físicas que promovem a saúde e o bem-estar.

Aproveitando o grande fluxo de pessoas na capital, e a presença dos atletas, a Secretaria Municipal da Saúde realizou várias ações, com o objetivo de prevenir e minimizar doenças ou lesões. Todo esse planejamento e mobilização, veio sendo feito semanas antes dos jogos, como a conscientização da população para a prevenção e vacinação contra o sarampo. Também foram montadas ações no aeroporto, nos dezessete hotéis que hospedaram as delegações, nos Centros de Saúde da Comunidade e nas escolas onde os jogos aconteceram.

O centro integrado de Operações Conjuntas (CIOCS), realizou o monitoramento das ações, dessa forma, a SEMUS conseguiu atender as eventuais ocorrências. Foram disponibilizados também, um técnico de enfermagem e um enfermeiro nos locais onde estavam acontecendo os jogos para realizar os atendimentos necessários.

Sediar os Jogos Escolares da Juventude nas etapas regionais, foi uma honra para Palmas, em parceria com o Ministério do Esporte e o Grupo Globo. O grande objetivo do evento foi chamar a atenção das pessoas e da sociedade, para a prática de exercícios físicos, além de promover atividades esportivas em escolas públicas e privadas.

O esporte além de trazer inúmeros benefícios para a saúde, também é uma forma de combater o uso de drogas, álcool e depressão entre os jovens. A prática de exercícios ou de atividades esportivas, promove o bem-estar e a socialização entre as crianças e adolescentes em fase escolar, podendo até ser considerado um remédio social.

Nosso corpo precisa de estímulo, de movimento para continuar fazendo o sangue circular com mais facilidade. Fazer o que gosta sem olhar os padrões sociais, ser atleta sem vergonha de ser feliz. A interação social é com certeza uma chave para a manutenção do corpo e da mente.

As drogas, o álcool e a depressão, promovem um vazio interno, uma tristeza profunda e muita incerteza, além de ser um objeto de muitos desajustes da juventude, trazendo preocupações incessantes aos pais.

O incentivo ao esporte, ao exercício físico, a troca de experiência e a companhia de outras pessoas, pode ser o remédio tão procurado para preencher o vazio dentro delas. Esporte faz bem para a mente, para o corpo e para o coração, ajuda a manter a saúde em dia e a mente sã.

Junte-se a nós no incentivo ao esporte, podemos mudar vidas e, quem sabe, famílias inteiras!

Marttha Franco Ramos, Secretária Executiva de Saúde de Palmas e Conselheira Federal de Farmácia

FAÇA SEU COMENTÁRIO