Novo coronavírus: alerta mundial

Isolados em várias cidades da China cidadãos se encontram com medo devido a rápida propagação da nova linhagem do coronavírus. Trata-se de uma patologia já conhecida pelos cientistas desde a década de 60, que compõem uma família de agente etiológico extenso. No entanto, há cerca de pouco mais de um mês uma nova cepa do coronavírus passou a causar alerta entre as autoridades de saúde em âmbito mundial.

Isso porque essa nova linhagem do vírus vinha circulando despercebidamente entre animais e posteriormente passou a ser transmitida também por humanos, causando um surto epidemiológico na cidade de Wuhan, localizada na capital da província de Hubei, na China, epicentro do novo sorotipo do coronavírus.

O primeiro alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) foi emitido no dia 31 de dezembro de 2019, após a notificação de profissionais da saúde de que uma pneumonia até então misteriosa, estava acometendo a população da 7ª maior cidade da China, com cerca de 11 milhões de habitantes.

Plano de contingenciamento

A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas idealizou um Plano de Contingência para o município. Trata-se de um documento tipificando a execução de ações de vigilância e atenção em saúde a ser posta em prática em caso de infecção pelo vírus em esfera municipal, estadual e privada.

O plano de contingência está seguindo as diretrizes preconizadas nos relatórios de atualização publicados constantemente pela Organização Mundial da Saúde com objetivo de informar autoridades de saúde e imprensa sobre a atual situação.

OMS

A OMS está trabalhando conjuntamente com especialistas em saúde de diversas nações para conter o surto do novo coronavírus em países da Ásia, América do norte e Europa. A corrida científica acontece para aprofundar os conhecimentos sobre a forma de contágio, desenvolvimento do vírus, grau de complexidade e criação de uma vacina para controle epidemiológico.

O vírus pertence a cadeia dos zoonóticos, cuja a referência parte de doenças causadas por parasitas. Faz parte de um genoma etiológico (DNA/RNA) extenso conhecido por ocasionar doenças como resfriado e quadros clínicos mais graves. O vírus foi preconizado pela OMS com a nomenclatura 2019-nCov.

Protocolos de vigilância e definições de casos, orientação laboratorial, gerenciamento de pacientes, prevenção e controle de infecções em unidades de saúde, investigações iniciais e comunicados de riscos estão sendo trabalhados pela OMS para que haja total cuidado em relação aos contenção do surto e repasse de informações oficiais.

Ministério da Saúde

O Ministério vem divulgando boletins informativos sobre as suspeitas de casos do novo coronavírus no Brasil. Atualmente há cinco (5) sorotipos do coronavírus conhecidos pela ciência. Com o objetivo de preparar a rede pública de saúde para o atendimento e tomada de decisão em caso de infecção pelo vírus no país, o Ministério instalou o Centro de Informações em Emergência (CEO). No momento não é pertinente nesta edição apontar dados sobre o número de casos suspeitos em território nacional, infecção e mortes causadas pelo vírus no mundo pelo fato das informações passarem por atualizações diárias.

Marttha Franco Ramos, Secretária Executiva de Saúde de Palmas e Conselheira Federal de Farmácia

FAÇA SEU COMENTÁRIO