Prefeitura vai entregar quase 2.000 cestas básicas para trabalhadores de setores afetados

A lista com o nome dos contemplados foi publicada na Portaria Conjunta n° 01/2021, no Diário Oficial do Município de Palmas da última quarta-feira, 16

A Prefeitura de Palmas distribuirá kits alimentação a 1.942 trabalhadores da Capital. A entrega dos kits acontecerá nos dias 21 e 22 de junho, no período das 09 às 17 horas, nas feiras cobertas da Arno 33 (307 Norte) e Jardim Aureny I, e no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho. A entrega é fruto da parceria entre as secretarias municipais de Desenvolvimento Social (Sedes), Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem), Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu) e Fundação Cultural de Palmas. (continua abaixo)

A lista com o nome dos contemplados foi publicada na Portaria Conjunta n° 01/2021, no Diário Oficial do Município de Palmas da última quarta-feira, 16.

O kit foi instituído pela Prefeitura de Palmas, por meio do Decreto nº 1882/2020. O benefício emergencial atenderá os trabalhadores autônomos e Microempreendedores Individuais (MEI) da Capital com MEI criado até 24 e abril de 2020.

Foram atendidos trabalhadores que atuam nas seguintes atividades econômicas:

 - Estabelecimentos de alimentação (bares, restaurantes, lanchonetes);

- Motoristas de transporte escolar;

- Creches, escolas e outros estabelecimentos de ensino;

- Feirantes de produtos processados;

- Comércio de roupas, móveis e eletrodomésticos, livrarias, loja de brinquedos;

- Lojas de Conveniência;

- Profissionais da Educação Física;

- Embarcações flutuantes;

- Prestadores de serviços autônomos que atuem em estabelecimentos que tiveram as atividades suspensas (garçons, barmans, músicos, salgadeiras, guias turísticos e afins);

- Prestadores de serviços autônomos que atuem em eventos, espetáculos, shows, festas de casamento e aniversários (fotógrafos, DJ, decoradores, cerimonialistas, cozinheiras, doceiras, montadores de palco e som e afins);

- Prestadores de serviços que atuem em espetáculos, grupos folclóricos de culturas tradicionais, afro-brasileiras, peças teatrais, cinemas e produção audiovisual, casas de shows, salões de festa, boates e afins;

- Vendedores ambulantes que atuam em vias urbanas;

- Estabelecimentos de empreendimentos turísticos e de artesanato.

FAÇA SEU COMENTÁRIO