Ex-vereador de Porto Nacional investigado por fraudes em licitação na Câmara se apresenta a Polícia

De acordo com o delegado nessa quinta-feira (10), deve continuar ouvindo depoimentos sobre o caso

Na tarde desta quarta-feira, 9 Fernando Aires dos Santos, conhecido como Fernando Manduca, foi preso após ser apresentar à polícia. Além de ex-vereador, Santos também é ex-secretário de governo da prefeitura e suspeito de participar da organização que fraudava licitações na Câmara Municipal de Porto Nacional.

Em dezembro, 27, a Policia Civil cumpriu oito mandatos de prisão contra parlamentares, empresários e servidores públicos, em Porto Nacional e Palmas.

O nono mandado era contra Fernando Manduca, que até então, era considerado foragido, e estava negociando uma apresentação nos últimos dias.

O ex-vereador se entregou na delegacia de Porto Nacional às 16h. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ricardo Real, Fernando Manduca é suspeito de ser um dos mentores do esquema.

De acordo com o delegado nessa quinta-feira (10), deve continuar ouvindo depoimentos sobre o caso.

Acompanhe

A operação investiga esquema de fraudes em licitações na Câmara Municipal de Porto Nacional. Já haviam sidos presos preventivamente, os vereadores Adael Oliveira (PSDB), Jean Carlos (PV), Emivaldo Souza, conhecido como Miúdo, (PTB,) e do vereador licenciado Geylson Gomes (MDB), atual secretário de Governo da prefeitura da cidade. 

De acordo com a Polícia Civil, as investigações aponta prejuizo de R$ 700 mil aon cofres públicos em contratações para organização de eventos e compra de equipamentos de informática e celulares desde 2013.

Os vereadores, assessores da câmara e empresário que haviam sido presos anteriormente tiveram suas prisões revogadas pela justiça. 

FAÇA SEU COMENTÁRIO