Palmas é representada na Semana do Clima da América Latina e Caribe da ONU

O evento tem como um de seus objetivos impulsionar a resposta da região – América Latina e Caribe – às mudanças climáticas.

Palmas é uma das capitais brasileiras presentes na Semana do Clima da América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas (ONU), que está sendo realizada em Salvador (BA), desde a última segunda-feira, 19, e vai até sexta, 23. A presidente da Fundação de Meio Ambiente de Palmas, Meire Carreira, representa o Município de Palmas, em nome da prefeita Cinthia Ribeiro.

De acordo com Meire Carreira, que representa Palmas no painel ‘Governos Locais e Estados Brasileiros para a Ação Climática’, que discute os investimentos em infraestruturas resilientes ao clima e de baixo carbono que possibilitam estabelecer uma trajetória de crescimento nas cidades, alinhada com o Acordo de Paris e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relativos a cidades principalmente o (ODS 11), “Palmas está sendo referenciada como as boas práticas voltadas para a arborização urbana, e na proteçāo e conservação das áreas verdes urbanas, com a criação do Sistema Municipal de Infraestrutura Verde”.

O sistema foi criado por meio da Lei complementar 400/2018 que institui o Plano Diretor de Palmas, “sendo um dos únicos do País que contempla como uma das diretrizes a Infraestrutura Verde, garantindo a proteção de uma extensa e representativa área verde, totalizando 306,23 Km2, o que representa 13,8% de todo o território de 2.218,942 km2 do município, são áreas que irão contribuir para a melhoria do clima, a conservação da água e da vida das populações”.

 A gestora destaca ainda que “ações práticas como o projeto Pé de Sombra, despertou o interesse da instituição internacional Plant-for-the-Planet, que, com o apoio do ICLEI- Governos Locais pela Sustentabilidade sinalizou apoiar a ampliação das ações de arborização, dentro de uma iniciativa que está em andamento: plantar 1 bilhão de árvores em diversas partes do mundo, com a participação de crianças e adolescentes, que tornaram ‘Embaixadores da Justiça Climática”.

Outro destaque é o Palmas Solar que visa ampliar a geração de energia fotovoltaica através de incentivos fiscais e a construção de uma planta de geração fotovoltaica para suprir a demanda de energia nos prédios públicos do Município. 

A Semana do Clima é um evento preparatório para a COP-25 que será realizada no Chile no período de 2 a 13 de dezembro próximo.  O evento tem como um de seus objetivos impulsionar a resposta da região – América Latina e Caribe – às mudanças climáticas. A expectativa é de que mais de três mil pessoas dentre representantes de governo, de agências multilaterais e organizações não governamentais participem do evento. 

FAÇA SEU COMENTÁRIO